Connect with us

Night & Day

Rock Nordeste: festival volta a mexer com a região transmontana

Sofia Rebanda

Publicado há

em

O vento de nordeste trouxe o rock ao festival que marca todos os anos a cidade de Vila Real com o seu estilo festivaleiro peculiar.

Nos dias 14 e 15 de junho, o Parque Corgo, um dos locais de destaque da cidade transmontana ganhou música, cor, dança e muita animação. As atuações separadas por dois palcos iniciaram-se no dia 14 de junho com Sean Riley & Slowriders que dominaram o palco externo do Teatro de Vila Real como só eles sabem.

Por sua vez, o palco central do Parque foi estreado por Fogo Fogo. Os profundos conhecedores dos múltiplos grooves de inspiração africana incendiaram o palco com funaná e música de festa africana, recuando no tempo a cidade que muitos chamam de “bila” até 1987.

Linda Martini regressam ao festival, após terem atuado em 2016, com muita energia para dar. “Tínhamos boas recordações. Deste festival já esperávamos um público como o que tivemos hoje”, refere Hélio Morais, elemento da banda Linda Martini. O músico descreve ainda o ambiente deste festival: “apesar de estares a tocar para imensa gente parece que estás a tocar numa sala mais pequena”.

Mirror People fechou o primeiro dia do festival transmontano com a união musical de influências do disco-sound dos anos 70 e sons atuais da música de dança.

No segundo dia, o rock e blues iniciaram a grande festa na voz de Fast Eddie Nelson. O músico Frankie Chavez atuou logo em seguida, encantando o público entre melodias e palavras sentidas.

Por sua vez, The Black Mamba colocou o público em êxtase numa energia frenética em que a dança era a ação-chave a acompanhar todo o espetáculo, ao qual a banda considera que o público “reagiu muito bem”, saindo “de coração cheio e com vontade de voltar (a Vila Real)”.

The Legendary Tigerman manteve a animação do público, seguindo-se de Sensible Soccers e Batida DJ que para fazer juz ao nome encerrou o festival numa alternância de batidas.

O Rock Nordeste tem ganho, ao longo dos anos, cada vez mais destaque a nível nacional ao chegar mais perto do público além fronteiras da Serra do Marão. O festival gratuito marcou este ano a sua 15ª edição com alta adesão e sucesso de organização.

 

 

 

[Fotos: Cristiana Carvas]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *