Connect with us

Notícias

IPCB anuncia medidas para desenvolver turismo regional

Sofia Rebanda

Publicado há

em

Para lá da formação e requalificação de recursos humanos, o Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) quer diferenciar-se enquanto motor de desenvolvimento do turismo regional.

A instituição pretende usufruir da investigação, conceber e desenvolver novos produtos que tirem partido dos recursos endógenos e das marcas já existentes na região, de forma a impulsionar o turismo da região.

Este desejo foi reforçado no Vê Portugal – 6º Fórum de Turismo Interno, evento organizado pelo Turismo Centro de Portugal e que contou com o apoio do IPCB.

Durante o painel “Turismo no interior do país – Ativos diferenciadores”(moderado pelo diretor do jornal Expresso), António Fernandes, presidente do IPCB, deixou clara a importância da maior aposta na investigação e no desenvolvimento de projetos e conceitos tal como o politécnico tem vindo a fazer com autarquias e o tecido empresarial da região.

O IPCB, em parceria com a Associação Empresarial da Beira Baixa, desenvolve cursos breves na área da comunicação audiovisual, do design de embalagens ou da criação de plataformas digitais. Todos eles direcionados para as necessidades das empresas do setor do turismo. O presidente do IPCB entende que estas formações podem vir a ser um motor para a valorização e o crescimento do turismo regional.

Focando-se no impacto social e cultural do politécnico nos agentes económicos do território, António Fernandes anunciou à plateia do Cine-Teatro Avenida que as unidades hoteleiras da cidade vão ser desafiadas a convidarem os seus clientes a assistirem aos eventos culturais do IPCB, como é o exemplo dos concertos da Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Artes Aplicadas.

Na linha do trabalho levado a cabo com entidades científicas nacionais, a diretora da ESGIN lembra que aquela unidade orgânica do IPCB está já ligada ao CITUR, unidade de investigação aplicada, desenvolvimento e inovação na área do turismo onde foram agregados 17 politécnicos e universidades e mais de duas centenas de investigadores.

Ao longo dos dois dias do 6º Fórum de Turismo Interno, a Escola Superior de Educação e a Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova (ESGIN) estiveram representadas pelos alunos dos cursos de licenciatura em Secretariado e Gestão Hoteleira, dos cursos técnicos superiores profissionais em Assessoria e Comunicação Empresarial, Restauração e Bebidas, e Gestão e Produção de Cozinha.

 

 

[Foto: Divulgação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzU0MzY1IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZjb250cm9scz0xJmNvbG9yPXJlZCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gbm8tbGF6eWxvYWQiIGRhdGEtdm9sPSIxMCIgIGRhdGEtZXBhdXRvcGxheT0iMSIgIHRpdGxlPSJZb3VUdWJlIHBsYXllciIgIGFsbG93PSJhdXRvcGxheTsgZW5jcnlwdGVkLW1lZGlhIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW4gZGF0YS1uby1sYXp5PSIxIiBkYXRhLXNraXBnZm9ybV9hamF4X2ZyYW1lYmpsbD0iIj48L2lmcmFtZT48L2Rpdj4=