Connect with us

Dá-te ao Trabalho

EST recebe Escola de Inverno em Inteligência Artificial para Jogos

Avatar

Publicado há

em

A Escola Superior de Tecnologia (EST) do IPCA vai receber a 3ª edição da Escola de Inverno em Inteligência Artificial para Jogos!

O evento vai acontecer nos dias 14 e 15 de fevereiro e pretende formar os participantes na área da inteligência artificial, com um foco específico na área do desenvolvimento de jogos. A iniciativa é organizada por uma escola pioneira na criação de um curso de Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais (e mestrado na mesma área).

Durante os dois dias, através de várias sessões, os diferentes oradores vão fazer sessões expositivas e de discussão sobre algoritmos, abordagens e resultados obtidos no uso de Inteligência Artificial em Jogos. Alberto Simões, Diretor do Curso da Licenciatura em Engenharia de Sistemas Informáticos e organizador do evento, adiantou que estão planeadas ainda “sessões com exercícios e experiências para que os participantes possam colocar as mãos na massa e perceber a aplicabilidade dos métodos referidos”.

A 1ª edição da escola decorreu em 2016, numa organização conjunta com a Associação Portuguesa para a Inteligência Artificial (APPIA), sendo que o sucesso desta edição levou a EST a organizar este evento anualmente.

Este ano, com a 3ª edição, pretende-se uma escola mais dinâmica e apelativa, como refere Alberto Simões: “Temos mais oradores, sessões mais pequenas e bem definidas e esperamos que esta mudança torne o evento mais dinâmico. A própria diversidade de oradores vai permitir diferentes formas de ver os problemas, diferentes áreas de aplicação dos mesmos métodos”.

Éric Jacopin é um dos oradores mais aguardados, docente de uma academia militar francesa e parceiro de várias empresas de desenvolvimento de jogos com títulos bem conhecidos, como F.E.A.R. (considerado o jogo com melhor inteligência artificial), Killzone 3, Transformers 3: Fall of Cybertron, Shadow of Mordor e Rise of the Tomb Raider. Tem desenvolvido trabalhos numa área pouco divulgada, denominada de Planning Analytics, usada para análise de tática e planeamento.

Marco Scirea vai falar na geração procedimental de som e música, um assunto totalmente novo na escola. Por sua vez, Rui Prada e Samuel Mascarenhas vão apresentar a framework para a criação de personagens – FAtiMA Toolkit, que vai ser alvo de uso pelos participantes da escola.

Gustavo Reis, especialista em Programação Avançada e Inteligência Artificial e Luís Teófilo, especialista na Teoria dos Jogos juntam-se aos restantes oradores nestes dois dias.

[Foto: IPCA]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *