Connect with us

Ciência & Tecnologia

Testes rápidos para detetar a imunidade ao COVID-19 é o novo contributo do consórcio liderado pela Universidade de Coimbra

FIlipa Tojal

Publicado há

em

Universidade de Coimbra

TecniCov é o novo projeto que desenvolveu testes inovadores, rápidos e de baixo custo, para a COVID-19, através da monitorização de anticorpos produzidos in vivo, recolhidos no soro ou no saliva.

A iniciativa chefiada por Goreti Sales, da Universidade de Coimbra, em parceria com a empresa INOVA+, e equipas da Universidade Nova de Lisboa, e do Instituto Superior de Engenharia do Porto – surge com «um conjunto de novas técnicas, independentes e complementares, adequadas aos diferentes cenários», onde são realizados testes semelhantes aos da recolha de urina, de gravidez e de diabetes, articulados com ferramentas informáticas, que facilitam a intereção entre o utilizador e a organização da recolha de dados.

«Neste momento da pandemia, importa monitorizar com maior rapidez e menor custo os anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2, mas a eficácia deste processo depende da fase da doença em que cada indivíduo se encontra e do objetivo clínico dessa monitorização, que pode ser um simples rastreio ou uma quantificação rigorosa», explica Goreti Sales.

Paralelamente, o projeto pretende ajudar na gestão da pandemia, e contribuir para as necessidades das autoridades de saúde.

Os testes desenvolvidos no âmbito do projeto, que tem a duração de oito meses, vão ser validados pelas investigadoras Ana Miguel Matos e Teresa Rosete, do laboratório de análises clínicas da UC dedicado à COVID-19.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *