Connect with us

Notícias

April Ivy: A artista e a estudante

Flávia Ramalho

Publicado há

em

Começou a cantar aos 8 anos, quando criou a primeira banda, mas deu o salto para o mundo da música aos 14. Atualmente com 20 anos, Mariana Gonçalves, conhecida na música como April Ivy, é uma das artistas portuguesas de maior destaque no panorama nacional. Recentemente, lançou um novo álbum “game.of.love”, disponível em todas as plataformas digitais.

A Mais Superior quis saber como April Ivy consegue manter uma vida artística a par de uma vida académica, sem descurar nenhuma das duas.

Mais Superior (MS): Como é que é ser Mariana Gonçalves e April Ivy, na mesma vida, e juntar a estudante com a artista?

April Ivy (AI): Conciliar os estudos e a minha carreira foi um desafio que me fiz a mim mesma aos 14 anos, e acabei por também fazer esse acordo com os meus pais. Uma coisa não precisa de ofuscar a outra

MS: Na música optaste por apresentar-te com um outro nome que não o teu. Porquê April Ivy?
AI: April Ivy e a razão de cantar em inglês também foi com o objetivo de não só estar presente no mercado Português como no internacional.


MS: Como April Ivy tens conseguido obter sucesso, dando um passo de cada vez. És hoje uma das principais artistas portuguesas da atualidade para o público jovem. Como foi, no início, e como é atualmente, trilhar este caminho?
AI: Qualquer caminho, por muito que as pessoas ( no meu caso os meus fãs) só vejam as partes boas, é muito difícil e cometer erros faz parte do processo. O meu foi feito com muito trabalho, sacrifícios e dedicação. Tive que abdicar de bastantes coisas durante a minha adolescência para trabalhar com o âmbito de seguir o meu sonho.

MS: O teu primeiro álbum “game.of.love”, lançado em julho de 2019, é um sucesso. Juntaste 10 canções – entre elas, singles editados, anteriormente. O que é que este teu primeiro álbum conta sobre ti?
AI: Mostra principalmente a minha versatilidade enquanto artista e senti que nem havia outra maneira para me apresentar. Acabou por ser fruto da variedade de musica que eu consumo e gosto.


MS: Sentes que estás a concretizar um sonho?
AI: Claro que sim, apesar de que agora o ‘sonho’ já acabou e para alcançar os meus objetivos tenho que ver as coisas como trabalho.


MS: O sucesso que tens alcançado na música – não apenas com o “game.of.love” mas de um modo geral – é o que esperavas? Ou a vida tem-te presenteado com ainda mais do que estavas à espera?
AI: Não sei bem responder a esta pergunta. Não gosto de por expectativas nas coisas que faço pois tenho tendência em subir a fasquia, e se o resultado não é o que esperava, fico triste. Mas em geral esta tudo a correr bem e estou feliz com todas as oportunidades que me têm vindo a aparecer.


MS: Além de cantora, no meio artístico, acumulas ainda as funções de compositora e letrista. Em que é que te inspiras para criar e para cantar?
AI: Quando componho para mim inspiro me nas coisas que me acontecem, tanto no dia a dia como no passado. Numa sessão de songwriting quando componho para outro artista gosto sempre de saber que assuntos é que quer abordar.

MS: Que planos tens para o futuro? Concertos? Um novo álbum?
AI:
Este verão estou a dar concertos de Norte a Sul do pais, e musica nova para setembro/outubro.


MS: Gostavas de viver apenas da música?
AI:
Claro que sim.

MS: Paralelamente, enquanto conduzes uma carreira musical de sucesso e com grande crescimento, consegues estudar Marketing e Publicidade. Por que escolheste esta área para te formares?
AI: Sempre foi uma área que me interessou e acho que faz todo o sentido usar o que aprendo na minha carreira.


MS: E como é conciliar os estudos com a vida artística? É possível?
AI: Nada é impossível, só requer abdicar de certas coisas menos importantes para estar focada noutras. Estou a faze-lo neste momento e estou com muito boas notas.


MS: Como foi ingressar no Ensino Superior e já ter os alicerces e uma carreira artística a nível nacional?
AI: Eu comecei a minha carreira artística ainda na escola com 15 anos, ou seja, não foi uma experiência assim tão diferente da anterior. Os meus colegas foram super tranquilos e receberam me muito bem ao perceber que eu sou acessível e querida 🙂


MS: Que importância tem a educação para ti? É uma prioridade?
AI: É muito importante para mim, e sempre vi como uma prioridade na minha vida. Acho fundamental nos dias de hoje que os miúdos entrem no ensino superior e façam um curso nem que seja para plano B.


MS: Consegues ser tão bem sucedida na vida académica como na vida artística?
AI: Tenho muito boas notas, se é essa a pergunta ahaha


MS: Com uma vida tão preenchida, como geres o teu tempo em época de exames/frequências?
AI: Lá está, é uma questão de definir prioridades e organizar a minha agenda em prole disso mesmo.


MS: Consegues ainda ter tempo para os teus amigos e família?
AI: Claro que sim, se não tivesse enlouquecia! Tenho tempo para tudo!


MS: Alguma vez pensaste optar por apenas uma das duas vertentes: ou vida artística ou vida académica? Se tivesses que o fazer qual escolherias?
AI: Nunca pensei nisso, pois nunca teve essa opção em cima da mesa. Simplesmente não o tinha que fazer. Existem mil e uma opções possíveis para o ensino superior. Cursos online, cursos noturnos, de tarde etc.


MS: Queres deixar alguns conselhos aos leitores da Mais Superior sobre como conciliar uma vida artística e uma vida académica?
AI: Definir prioridades, muito muito trabalho e paixão tanto pelo curso que estão a tirar como pela vossa profissão.


MS:Que diferenças existem entre a April Ivy, cantora, e a Mariana Gonçalves, estudante da Licenciatura de Marketing e Publicidade?
AI: Nenhuma, sou sempre a mesma pessoa, focada, ambiciosa e trabalhadora.

QUIZ 1 MINUTO:

  • Maior qualidade: Cantar
  • Maior defeito: Teimosia
  • O que mais aprecias nos teus amigos: Respeitadores e leais
  • Atividade favorita: Cantar? Dançar
  • Artista/Banda Favorito: Beyonce
  • Música Favorita: Warrior
  • Se não fosses cantora, serias…: Business woman
  • Local favorito: Estudio
  • Cor favorita: Cor de Rosa
  • O que é que anda sempre contigo: Telemóvel
  • Palavra favorita: Amor
  • Heróis e/ou heroínas (vida real ou ficção): Mãe
  • Felicidade é…: Música
  • O que mais detestas é…: Falsidade
  • Dons que gostavas de ter (reais ou irreais): Voar
  • És capaz de perdoar: Sim mas não esqueço
  • Não vives sem: Guitarra
  • Lema de vida: Um dia de cada vez

Obrigada April Ivy/Mariana Gonçalves! 🙂

 

[Imagens: Cedidas pela entrevistada]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *