Connect with us

Novidades

ENEEG’17: Donos do seu futuro

Avatar

Publicado há

em

Dedicada à temática da internacionalização, a 17ª edição do Encontro Nacional de Estudantes de Economia e Gestão (ENEEG) realizou-se pela primeira vez na NOVA SBE e contou com a presença de mais de 600 alunos de Economia e Gestão, vindos de todos os pontos do país, num momento importante de discussão de novas ideias e de contacto com intervenções de valor por parte de oradores de prestígio internacional.

Organizar este evento foi, para os alunos de Economia e Gestão da NOVA SBE, “muito importante, porque somos uma das melhores faculdades mas estamos algo isolados no seio da comunidade nacional de alunos nestas áreas”, nas palavras de José Luís Lima, aluno do 1º ano do Mestrado em Gestão na NOVA SBE, Presidente do ENEEG ’17 e grande impulsionador da organização deste evento.

O balanço e o feedback
No final, o balanço só pode ser positivo. Um dos principais objetivos da edição deste ano do ENEEG era dar a este evento um âmbito ainda mais nacional, aproveitando o facto de acontecer em Lisboa, ao contrário de grande parte das edições anteriores, que se realizaram acima de Coimbra. Para além do cenário, registou-se uma forte adesão dos alunos, marcando presença gente de todo o país, de Viana do Castelo e Bragança até ao Algarve.
No próximo ano, o ENEEG vai continuar a tentar chegar ao máximo de estudantes de todo o país, realizando-se na cidade da Covilhã.

Em relação ao evento propriamente dito, houve um feedback bastante positivo, de acordo com a organização. Mais do que serem nomes sonantes, foram as histórias dos oradores a cativar os participantes. Através de um inquérito de satisfação na app oficial do evento, os estudantes elegeram como palestra favorita aquela em que participaram apenas jovens alunos, que falaram da sua experiência no estrangeiro, com a realização de um ano sabático.

As conclusões
De acordo com o Presidente do ENEEG ’17, José Luís Lima, há duas grandes conclusões a retirar do evento. A primeira resultou das conferências, cuja principal mensagem foi: “Nós somos donos do nosso futuro. Não podemos ter medo de agir e devemos partir para elas com confiança, quer seja no âmbito da Gestão ou da Economia”, refere, acrescentando que “Portugal, apesar de ser um país pequeno, é um país de excelência”.

O segundo efeito decorrente deste evento foi a criação da Associação Nacional de Estudantes de Economia e Gestão, que existe pela primeira vez e cuja direção tomou posse durante o ENEEG, com a presidência do Bernardo Brito e Faro, Presidente da Associação de Estudantes da Faculdade de Economia e Gestão da Católica Porto. Este organismo foi constituído na sequência de várias reuniões de dirigentes associativos, nas quais se concluiu que esta era uma das lacunas na área.

[Reportagem e Fotos: Tiago Belim]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzkyNDkwIiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+