Connect with us

Lazer & Cultura

A viagem cósmica dos Cavaliers of Fun

Avatar

Publicado há

em

Venceram o EDP Live Bands 2015, tocaram no NOS Alive e no BBK Bilbao, e gravaram o seu primeiro disco, Astral Division. A Mais Superior quis conhecer melhor quem são os Cavaliers of Fun, e o resultado é, como o próprio nome indica, bastante divertido.

Quem eram os Cavaliers of Fun antes de concorrerem ao EDP Live Bands? Em que momento decidiram arriscar e porquê?
Um era trabalhador fabril na construção de robôs apanhadores de lixo cósmico, outro trabalhava num bar de cocktails… Acho que, no fundo, quisemos aspirar a sair de Tilok, o nosso planeta de origem, e chegar a isto onde estamos. Terran, creio eu. Somos Tiloks simples e honestos, e as boas gentes do EDP Live Bands perceberam isso. Em boa hora, porque senão teriam sido vaporizadas por lasers.

O que mudou para a banda a vitória no concurso?
Tudo. O nosso rider é composto, agora, de pedidos extravagantes. Por exemplo, pedimos em cada concerto um tigre de bengala para levar para casa. Só porque sim. E há mais champanhe. E um disco novo. Acho que o disco acaba por ser o mais importante.

Certamente que gravá-lo foi um sonho tornado realidade. Como foi a experiência e a aprendizagem?
Como tocámos no Alive e no BBK BIlbao logo após a vitória no EDP, foi um misto de sensações. Se por um lado estávamos a aproveitar imenso a experiência, por outro tínhamos já dois Tigres de Bengala aos nosso cuidado. Como devem calcular, é chato ter sempre a preocupação de saber onde estão os tigres, o que têm na boca… Mas entre preocupações, trabalhar com o Fred Campos Costa e com um inspiradíssimo Miguel Nicolau facilitou imenso.

O que nos espera quando colocamos "Astral Division" a tocar?
Espera-vos uma viagem cósmica, intergalática, de descoberta de novos planetas e de novas civilizações. Mas mesmo. Porque colocando as canções a tocar na ordem do disco, no último segundo abre um portal para o planeta Opus3. Há lava e enxofre em Opus3, pelo que à chegada devem imediatamente dirigirem-se à direita na grande rocha incandescente, e entrar na caverna. Na caverna já vale mais a pena.

Como vai ser o verão para os Cavaliers of Fun? Onde vos podemos ver e ouvir?
Vamos fazer uma tour nos Rochedos de Cylor4. É uma espécie de tour para bandas consagradas. Por exemplo, I Create Robots x435 acabou a sua carreira fazendo essa tour, portanto dá para perceber a importância que tem. Estamos entusiasmados mas meio preocupados. Dois tigres terão de ficar no nosso apartamento de Lisboa, e poderá não ser positivo. Será que nos podem ir dar comida aos bichos?

O percurso dos Cavaliers of Fun começou em 2009, com Ricco Vitali, e o seu “pop tropical futurista”. A ele juntou-se Miguel Nicolau, o copiloto da nave. A viagem trouxe-os de regresso a Lisboa onde, em 2011, lançam o primeiro EP, Sharing Space Secrets, que consideram uma espécie de manual de sobrevivência cósmica. Camp Cof foi o segundo EP (2013), e em 2015 venceram a 2ª edição do concurso EDP Live Bands. Vão entrar agora em tour para promover o seu primeiro longa-duração.

[Foto: Cavaliers of Fun]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *