Connect with us

Em destaque

Scott Matthews em digressão por Portugal com 4 concertos inesquecíveis

Publicado há

em

Imagem cedida por: agência de comunicação do artista

O cantor, guitarrista e compositor inglês Scott Matthews está de volta ao nosso país para 4 concertos memoráveis em Lisboa, Caldas da Rainha, Ponte de Lima eno Porto.

O artista vencedor de um Ivor Novello faz parte de uma linhagem que inclui grandes nomes como Jeff Buckley e Drake, John Martyn e Paul Simon.

Scott Matthews é conhecido por produzir obras primas. A sua música é considerada uma masterclass a nível de honestidade, instinto e reflexão. As suas gravações acústicas de som amplo e sem grandes produções resultam em interpretações sublimes de Matthews.

O músico muitas vezes opta por gravar em casa e em igrejas rurais acusticamente ressonantes.

A ausência de grandes arranjos desnuda a riqueza do seu trabalho elevando-o para o nível que só os grandes mestres conseguem chegar. Scott Matthews desafia-se constantemente através da sua criat

ividade e esta é pautada de uma excecional qualidade. De guitarra nas mãos e uma voz que é pura emoção, afirmou-se como um dos maiores criadores de música do mundo. Introspetivo e reflexivo, combina blues e folk, mistura o etéreo com o empíreo. Matthews é um alquimista musical que transforma metal em puro ouro.

O artista britânico vem a Portugal apresentar alguns dos seus temas mais marcantes e o mais recente trabalho, o álbum “New Skin”, lançado em 2020 onde experimenta uma sonoridade mais eletrónica. O álbum gravado durante a pandemia apresenta um estilo diferente do seu estilo original. O premiado cantor/compositor criou um som impressionante e comovente, misturando electro-synth, acústica e vocais inesquecíveis, combinando dicas de sonoridades anteriores, atualizadas e remodeladas com uma vibração inovadora.

Scott Matthews é um compositor sempre em constante mudança, em busca de novos caminhos e descobertas em que a música e a poesia se unem criando obras sublimes.

Bilhetes já à venda em Ticketline e BOL.

Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *