Connect with us

Notícias

European Innovation Academy regressa com mais participantes portugueses

Flávia Ramalho

Publicado há

em

O European Innovation Academy (EIA) está de regresso a Portugal, entre 14 de julho e 2 de agosto, no concelho de Cascais. O programa líder no ensino de empreendedorismo tecnológico conta, este ano, com o maior número de participantes portugueses de sempre.

A iniciativa junta 175 estudantes das melhores universidades do país e estudantes internacionais, que em apenas 15 dias, são desafiados a criar startups.

Esta será a terceira edição do programa internacional, e vai contar com a abertura do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao longo de três semanas, os cerca de 500 participantes, irão formar equipas de cinco elementos com o objetivo de criar 100 projetos de diferentes áreas, entre elas, smart devices, big data, IoT, 3D printing a aplicações web. As equipas trabalharão através de uma metodologia própria e contarão com o apoio de mais de 100 oradores e mentores de renome nacionais e internacionais.

“Neste julho, desafiamos à criação de 100 startups, em Cascais, capital de verão da inovação, sendo que as novas estrelas nascerão aqui!”, explica Alar Kolk, presidente da European Innovation Academy.

Para além das equipas poderem desenvolver protótipos, nesta edição do EIA, os participantes podem ainda angariar clientes e realizar pitch para captar investimento.

São presença confirmada Ken Singer, diretor-geral da Universidade de Berkeley e consultor de startups por todo o mundo e Joana Rafael, cofundadora da portuguesa tecnológica Sensei TechMartin Omander, gestor de programação da Google, em Silicon Valley, Alex Birkett, diretor de Growth Marketing da HubSpot e Patrick Lor, sócio do fundo de investimento 500 Startups, são mais algumas das várias confirmações para este evento.

A European Innovation Academy em Portugal conta ainda com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, do banco Santander e da Lab1886, a incubadora da multinacional Daimler, bem como com o cunho da Beta-i, da Nova SBE, da Universidade Nova de Lisboa e da Carris.

Atualmente, a European Innovation Aacademy oferece programas em Itália, Portugal, China e Qatar, desenvolvidos através de parcerias com diversos profissionais das mais diversas faculdades – Universidade de Stanford, U.C. Berkeley – e empresas de todo o mundo, como por exemplo a Google.

 

[Foto: Divulgação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *