Connect with us

Novidades

Entrevista: 20 anos de MUSA Cascais

Avatar

Publicado há

em

O MUSA Cascais traz o reggae a Carcavelos já nos dias 5, 6 e 7 de julho!

Com a aproximação do festival, a Mais Superior falou com Gonçalo Mendes, da Criativa, – associação sem fins lucrativos que está sediada em Carcavelos e é responsável por toda a organização do festival – que nos contou quais são as expetativas para este vigésimo aniversário.

MS: O que se espera desta edição do maior festival de reggae do país?

São 20 anos de MUSA! É um marco muito importante. Para nos é uma grande alegria conseguirmos celebrar a vigésima edição, já que nem todos os festivais conseguem marcar assim uma posição e manterem-se fiéis ao que fazem durante tanto tempo. Escolhemos os artistas a pensar nos melhores momentos que tivemos. Alguns já por lá passaram e achámos que era importante repetir.

O festival manteve-se sempre na mesma linha temática, ou sofreu muitas alterações ao longo dos anos?

MUSA significa música urbana e sons alternativos. Inicialmente não tínhamos um género musical bem definido, era apenas música alternativa. Mas, desde há 10 anos para cá, assumimos uma identidade mais reggae e temos lutado nesse sentido, sempre procurando promover esse género em Portugal.

Música e sustentabilidade: como se conjugam no MUSA?

Para nós da Criativa, a sustentabilidade sempre foi algo importantíssimo. Criámos as hortas comunitárias em Cascais, por exemplo. O projeto começou com a Criativa e, após isso, conseguimos um talhão no Parque Natural Sintra-Cascais! Todos os anos vamos lá plantar árvores e controlar algumas espécies invasoras para que, de certa forma, consigamos abater as emissões de CO2 que produzimos durante o festival. Os nossos voluntários e quem trabalha connosco vai até ao Parque Natural e vamos dinamizando o espaço e controlando a floresta

Ainda em termos de sustentabilidade, e já dentro do próprio festival, tentamos sempre uma consciencialização do público. A pegada ambiental deixada é muita, devido ao lixo que os festivaleiros acabam por fazer. Tem de partir de quem frequenta: ter cuidado com o lixo provocado e demonstrar uma maior preocupação com o ambiente.

A remada também acontece já este domingo! Qual é o intuito dessa iniciativa?

Mais uma vez, a ideia é apelar à consciência acerca dos problemas ambientais e da poluição nos mares. Vamos conseguir reunir algumas centenas de atletas (como surfistas) e simpatizantes das modalidades. Todos juntos a remar por um mundo mais sustentável. 

[Foto: MUSA Cascais]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *