Connect with us

Lazer & Cultura

Este é o Festival Folk Celta

Avatar

Publicado há

em

De 27 a 29 de julho, o Festival Folk Celta comemora o seu 10º aniversário, com artistas de Portugal, Espanha, Costa Rica, México e Escócia.

A decorrer de 27 a 29 de julho na Praça Terras da Nóbrega, em Ponte da Barca, o Festival Folk Celta está inserido em plena Reserva Mundial da Biosfera, com as margens do Rio Lima e do seu afluente Vade como cenário.

No dia de abertura, o Palco Terras da Nóbrega fica entregue ao musical Keltia, uma produção de Andrea Pousa e Queiman, que conta a história do nascimento da Cultura Atlântica em terras galegas quando a Europa ainda estava sobre uma capa de gelo. Logo de seguida, os The Oafs, que repetem a participação no festival agora para apresentarem o seu disco de estreia, inauguram o Palco Bricelta. A noite fecha ao som dos estreantes Peregrino Gris que chegam da Costa Rica e partem da música tradicional folk aportando a visão e ritmos da América Central.

O segundo dia do festival começa cedo com o mexicano Quique Escamilla, a partir das 20h30. Meia hora depois arranca o Palco Terras da Nóbrega com o concerto dos portugueses Diabo a Sete, que trazem um repertório baseado em temas originais e outros inspirados na música tradicional portuguesa. Seguem-se Xavier Diaz & Adufeiras de Salitre e também os galegos Kalakan, grupo de três cantores e percussionistas, que se fazem acompanhar neste espetáculo de Luís Peixoto. Neste mesmo dia, o Palco Bricelta recebe os Chulada da Ponte Velha que se dedicam a retomar as práticas musicais do Douro e do Minho, e os Enraizarte compostos por 8 músicos quase todos vindos dos campos da música erudita.

O terceiro e último dia do festival abre com os Mac Mardigans de Toledo (Espanha) à qual se seguem os Les Saint Armand, considerados pela Time Out Porto como um dos nomes a ouvir este ano, e os The Town Bar que percorrem os caminhos da folk, country e rock. Já o Palco Terras da Nóbrega recebe os Virandeira, e os Rura que chegam da Escócia e que são sem dúvida uma das atuações mais esperadas deste ano.
O festival encerra a sua 10ª edição ao som dos foliões e bem dispostos Kumpania Algazarra.

As portas abrem a partir das 20 horas e os ingressos custam 10 euros para cada um dos dias, podendo ser adquirido um bilhete especial de dois dias por 15 euros ou o passe completo por um preço promocional de 20 euros no Posto de Turismo de Ponte da Barca ou através de pré-reserva na página oficial de Facebook do festival.

[Foto: Organização]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzc0ODIxIiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+