Connect with us

Lazer & Cultura

Dois filmes venceram o Prémio Curtas Esclerose Múltipla

Publicado há

em

Dois filmes venceram o Prémio Curtas Esclerose Múltipla, um concurso da Novartis e do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

O filme Perene, de Ana Luísa Braga, Gisela Martins e Cátia Braga foi a escolha do júri, e o público elegeu o filme Preso no meu próprio corpo, de Cristiana Vieitas, Gisela Queirós e Pedro Santos. Os dois receberam prémios de 2.000 e de 1.500 euros, respetivamente, e foram os grandes vencedores da 4ª edição do Prémio Curtas Esclerose Múltipla.

A Novartis e o ICA entregaram o Prémio Curtas Esclerose Múltipla 2017 numa cerimónia no Cinema São Jorge, em Lisboa. Este projeto tem como objetivo sensibilizar a população para a esclerose múltipla, unindo a arte e a saúde através de trabalhos que espelhem a realidade da doença, e este ano houve 22 curtas-metragens a concurso, realizadas por amadores e estudantes, entre os 18 e os 35 anos.

O júri atribui ainda uma menção honrosa ao filme É a Vida, de Luana Ferreira, de Diana Sousa e de Gabriela Lima, e duas menções honrosas aos filmes Hera – de António Realista, Pedro Gomes, Afonso Vieira, Pedro Teixeira, Afonso Folgosa e António Torgal -, e Tempo, de Catarina Rocha, Bruno Borges e Diogo Marques.

Todas as informações sobre o Prémio e os filmes estão disponíveis no site oficial.

[Foto: Organização]

Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *