Connect with us

Novidades

Federação Académica do Porto com propostas para o ensino

Avatar

Publicado há

em

A Federação Académica do Porto apresentou ontem a sua Moção Global 2015: “Refletir o presente e ousar o futuro: por um ensino superior de excelência”.

A Moção Global 2015 reúne um conjunto de reflexões sobre diversas temáticas do Ensino Superior e apresenta propostas concretas, exequíveis e coerentes com vista a torná-lo melhor, mais inclusivo e mais justo.

Entre as centenas de propostas concretas apresentadas pela Federação Académica do Porto no campo do financiamento, do sistema do Ensino Superior, da ação social escolar e do abandono, da empregabilidade, da qualidade e avaliação ou no campo da internacionalização, damos-te a conhecer algumas das principais:

– Defender, em relação ao binómio Universidade/Politécnico, que este deve assentar numa diferenciação bem definida das suas missões e em critérios claros, não ao nível de instituições, mas ao nível de unidade orgânica ou ciclo de estudos;

– Promover a reorganização da rede de Ensino Superior, reforçando a necessidade de diminuir o número de instituições em Portugal, sem se perder a capacidade instalada. Proceder à fusão de universidades e politécnicos de menor dimensão, com base num critério de proximidade geográfica, e promover ainda a imediata integração das escolas não integradas nos respetivos institutos politécnicos;

– Contrariar a tendência de cortes indiscriminados ao Ensino Superior, com correções claras no financiamento das instituições e na forma como essas verbas são distribuídas entre as mesmas, incluindo critérios de justiça e previsibilidade nessa distribuição;

– Lançar rapidamente uma discussão séria sobre as propinas, envolvendo todos os intervenientes do sistema de Ensino Superior, evitando os efeitos ainda mais lesivos do crescente aumento do valor de propinas devidas pelos estudantes. O modelo inicialmente instituído tornou-se obsoleto e deve ser revisto;

– Refletir sobre as mais-valias da cooperação de base regional ao nível da ação social, defendendo a possibilidade da existência formal de estruturas com essa dimensão no campo da ação social: serviços regionais de ação social, em detrimento dos serviços de ação social individuais de cada uma das instituições;

– Apresentar um conjunto de medidas que devem ser contempladas para a criação de um sistema de atribuição de bolsas de estudo melhor, por forma a tornar a regulamentação mais justa na distribuição das verbas disponíveis e mais inclusiva no número de estudantes abrangidos;

– Potenciar a atenção e empenho das instituições de Ensino Superior e do Governo no combate ao abandono escolar, devendo existir por parte das IES um maior acompanhamento aos estudantes, logo desde o primeiro ano, sendo feita uma atenta monitorização do seu percurso académico, em busca de indicadores preditivos de tal abandono.

[Foto: Federação Académica do Porto]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzg3MzUxIiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+