Connect with us

Em destaque

PaperWings financia percurso académico e profissional de jovens que tenham o objetivo de ter impacto no mundo

Joana Fonseca

Publicado há

em

Pixabay

A PaperWings é um projeto pioneiro em Portugal, que tem como lema “aprender, partilhar e construir”, com o objetivo de unir pessoas, startups e grandes empresas para financiar bolsas de estudo a jovens
universitários.

A iniciativa conta com o apoio da startup Didimo, da Universidade do Porto, da sociedade de advogados Vieira de Almeida e do fundo Ideias Glaciares, mas o objetivo é que consiga ganhar asas, juntar mais entidades e crescer em comunidades locais de forma a que consigam apoiar os jovens e os acompanhem na sua formação. Os interessados em candidatar-se podem fazê-lo até dia 13 de setembro.

A PaperWings está alinhada com dois dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas – erradicar a pobreza e garantir educação de qualidade uma iniciativa que se destina a jovens que tenham completado o Ensino Secundário e pretendam prosseguir os estudos em áreas como a matemática, ciências da computação, engenharia ou física.

Mas para a PaperWings, ser bom aluno não chega, a mesma está à procura de ideias que possam  contribuir para a construção de um mundo certo, igualitário e justo. Os que estiverem interessados devem preencher o formulário disponível para o efeito, bem como escrever uma carta de motivação dirigida ao CEO de uma tecnológica,
um pitch com a ideia que acreditam que terá um impacto positivo no mundo e uma biografia em que se projetem daqui a 15 anos.

“A PaperWings nasce por acreditarmos no potencial humano e na educação como armas para criar um futuro mais justo, onde, através do ciclo aprender, construir, partilhar e voltar a aprender, qualquer pessoa pode causar um
impacto positivo no mundo. Por isso, mais do que bons alunos, procuramos jovens com vontade e ideias para os dotar das competências necessárias para esta construção”, afirma Verónica Orvalho, CEO da Didimo e impulsionadora da iniciativa.

“A educação deve ser uma preocupação da sociedade no geral e uma responsabilidade de todos. O nosso objetivo é unir forças entre várias empresas e instituições académicas para dotar os jovens com os conhecimentos e competências que lhes permitam sonhar com um futuro próspero”, conclui a empreendedora.

A empresa além das bolsas de estudo, garante programas de estágios que podem ter a duração de três a cinco anos, a PaperWings garante programas de estágios aos participantes e programas de mentoria de forma.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzcwNjk4IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+