Connect with us

Ecologia & Sustentabilidade

Meatless Farm: Sugestões para celebrar Dia Mundial do Veganismo

Publicado há

em

Imagem cedida por: Central de Informação

Alternativas vegetais à proteína animal da marca são ideais para recriar alguns dos clássicos da culinária, sem descurar o sabor

Hoje dia 1 de novembro celebra-se o Dia Mundial do Veganismo. A efeméride precede o Vegetarian Awareness Month (Mês da consciencialização para o vegetarianismo, numa tradução literal) e assinala o arranque do Mês do Veganismo. Para assinalar esta data, a Meatless Farm – marca de alimentos de base vegetal em acelerado crescimento mundial e que entrou em Portugal no início do ano – propõe algumas sugestões de receitas que demonstram que é possível confecionar refeições saudáveis, sustentáveis e igualmente deliciosas, e isto sem recorrer à proteína animal.

Tacos com picado de base vegetal, sopa de mostarda com nuggets vegan, quiche de couve kale com almôndegas sem proteína animal ou gratinado de batata, batata-doce e beterraba com picado sem carne. Estas são apenas algumas das sugestões de receitas da Meatless Farm que servem como ponto de partida para (re)criar alguns dos clássicos da culinária ou dar asas à imaginação e, tendo como inspiração as cozinhas de todo o mundo, apostar em criar “clássicos” com assinatura própria.

No site da marca, é possível encontrar uma variedade de receitas, que têm como base os mais diferentes produtos da Meatless Farm e que foram desenvolvidas pelos chefes da marca, pelos chefes parceiros – destacando-se, aqui, o chef televisivo mais novo do Reino Unido, Omari McQueen, e a sua receita de almôndegas com queijo – ou pela própria comunidade.

A coleção de receitas pode ser consultada aqui!

A pensar especificamente no setor do food service, a marca lançou uma linha especial com opções de refeições principais (como almôndegas asiáticas, pedaços sem frango e salsichas Bratwurst) e snacks (por exemplo, rolinhos de primavera sem pato, chamuças sem carne, gyozas sem carne e wontons sem carne).

Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *