Connect with us

Em destaque

EPIS vai atribuir 132 Bolsas Sociais num investimento recorde

Publicado há

em

Imagem de: Freepik

A Associação EPIS – Empresários Pela Inclusão Social, com o apoio de 35 investidores sociais, vai investir cerca de 256,5 mil euros na atribuição de 132 bolsas sociais. Trata-se de um investimento recorde, o que vai possibilitar, face às edições anteriores, apoiar mais alunos carenciados à entrada do ensino secundário e universitário e continuar a premiar as boas práticas organizativas da promoção da inclusão social e digital, sustentabilidade, cidadania ativa e de inserção profissional de jovens com necessidades especiais.

Podem candidatar-se alunos, escolas e entidades sociais de todo o país, de 27 de julho a 20 de setembro.

A 11.ª edição do programa de Bolsas Sociais EPIS está organizada em seis áreas e treze categorias de atribuição, com processos e critérios de seleção distintos, estando previsto considerar as implicações comprovadas da crise pandémica na vida dos alunos candidatos.

Em 2021, o programa conta com mais duas novas áreas que distinguem as boas práticas de promoção de inclusão digital de crianças e jovens e o mérito académico de alunos que terminam o ensino superior e que prossigam estudos para mestrado de 2 anos.

Esta edição vai atribuir 132 Bolsas Sociais, das quais 88 premeiam o mérito académico de alunos do ensino secundário e 44 premeiam o mérito académico de alunos do ensino superior.

Pelo segundo ano consecutivo, o programa conta com bolsas que distinguem projetos escolares de sensibilização, mobilização e transformação de comportamentos e práticas, na escola e/ou nas comunidades educativas, em torno da sustentabilidade e promoção da cidadania.

Esta edição mantém, ainda, as bolsas de apoio à orientação, formação e inserção profissional de jovens com necessidades especiais, lançadas pela 1.ª vez em 2018.

Segundo Leonor Beleza, Presidente da EPIS, «este é o maior investimento da EPIS na história do programa das Bolsas Sociais, que está a iniciar agora a 11.ª edição. O valor de 256,5 mil euros significa um crescimento de 74% face ao ano passado, que se traduz também num aumento muito considerável no número de bolsas sociais que vamos atribuir, passando de 84 para 132.»

«Creio que é assinalável a atenção e o empenho da sociedade civil em apoiar a causa das famílias carenciadas e mais fragilizadas neste período tão crítico de pandemia. As empresas estão mais recetivas e reconhecem na EPIS uma plataforma credível para fazer chegar o seu apoio a quem mais precisa e merece, já que temos critérios bem definidos para a atribuição das bolsas sociais. Posso ainda adiantar que nas 10 edições anteriores, a taxa média de transição dos jovens beneficiários, durante os anos letivos em que a bolsa social esteve em vigor, foi de 94,2%, o que é francamente positivo,» conclui a Presidente da EPIS.

Para esta edição, o programa conta com 35 investidores sociais:

Programa VINCI para a cidadania e ANA – Aeroportos de Portugal | VINCI Airports / VINCI Energies, Águas do Vale do Tejo, Ascenza, Atrium, Avipronto, Banco Santander, Bayer, Bial, Boehringer Ingelheim, Caima, Cires, Cofaco Açores, Deloitte, Fertagus, Fresenius Kabi, Fundação AGEAS – Agir com coração, Fundação Amélia de Mello, Fundação Galp, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Fundação Monjardino, Grupo Jerónimo Martins, Grupo Pestana, Omnova, Servier, Siemens, SPI – Sociedade Portuguesa de Inovação, Sogrape, Soroptimist International Clube Lisboa Caravela, Tabaqueira, Vhumana e Zurich e um doador individual, Nuno Loureiro.

Criado em 2011, o programa das Bolsas Sociais EPIS permite à Associação reforçar a sua missão de promover a inclusão social em jovens em risco de insucesso ou de abandono. Nestes 10 anos, foram recebidas 1.717 candidaturas, que resultaram na atribuição de 425 bolsas e em 26 projetos premiados, num investimento global superior a 632 mil euros, com o apoio de 115 investidores sociais, através de 61 parcerias com empresas parceiras e 44 pequenos doadores. Foram já premiados 388 alunos (339 alunos do ensino secundário e 49 alunos do ensino superior) e distinguidas 86 escolas e organizações pelas suas boas práticas de inclusão social.

A informação detalhada sobre o programa Bolsas Sociais EPIS 2021 encontra-se em www.epis.pt e as candidaturas devem ser submetidas até ao final do dia 20 de setembro, diretamente no link https://forms.gle/AvVC9doGeFCC7KBw8

Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *