Connect with us

Ensino Superior

Quarentena Académica recebeu mais de 120 queixas de alunos

Joana Alves

Publicado há

em

Imagem: pixabay

Já conheces a Quarentena Académica?

Trata-se de uma plataforma reivindicativa composta por estudantes de várias áreas e pontos do país criada para denunciar de forma anónima situações negativas em estabelecimentos de ensino, em virtude da crise pandémica.

Desta forma, a organização elaborou, na passada quinta-feira, dia 14, um inquérito, anónimo, de denúncia de situações de incumprimento das regras sanitárias em Instituições de Ensino Superior (IES) após
receção de várias denúncias acerca deste assunto.

Essas mesmas denúncias chegaram de várias universidades públicas e privadas, assim como politécnicos.

Até ao momento, foram recolhidas cerca de 130 queixas por parte dos alunos. Sendo as mais recorrentes: a inexistência de distanciamento físico entre estudantes, a reduzida ou inexistente higienização das salas e faltas de condições nos transportes públicos, vitais para a deslocação às IES.

Foi também denunciado o facto de haver estudantes infetados a realizarem provas presenciais e a inexistência de alternativas ao modelo presencial para os mesmos, bem como a aglomeração de estudantes nos corredores antes das aulas/provas, docentes e/ou estudantes sem máscara e reduzidas temperaturas na sala de aula, a par da falta de ventilação.

A Quarentena Académica considera que muitas das situações relatadas são consequência direta da falta de investimento no Ensino Superior. É fundamental garantir que as condições sanitárias sejam cumpridas, garantindo a segurança de toda a comunidade académica.

O inquérito continuará aberto para preenchimento, de forma a que os estudantes possam continuar a denunciar situações que presenciem nas suas faculdades.

Para mais informações, podes consultar aqui as redes sociais da quarentena académica:

https://www.facebook.com/quarentena.academica

https://www.instagram.com/quarentena.academica/

https://twitter.com/QAcademica

 

Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *