Connect with us

Novidades

O documentário a que ninguém fica indiferente

Rita Costa

Publicado há

em

Netflix Press

As redes sociais fazem parte da nossa rotina diária de tal forma, que já não se questiona a sua existência ou utilização até, porque todos conhecemos e sentimos o impulso de querer visitar o feed das nossas redes várias vezes ao dia, numa busca incessante por novidades. “Nós tuitamos, gostamos e partilhamos… Mas, quais são as consequências da nossa crescente dependência das redes sociais?”, questiona a Netflix na apresentação de The Social DilemmaO Dilema das Redes Sociais.

Este documentário procura explicar como estas plataformas sociais são criadas para viciar os utilizadores e, mantê-los numa ânsia constante em consultar as suas redes sociais. “Ferramentas tão simples e aparentemente inocentes, como o botão ‘Gosto’ têm uma razão de ser”, como conta o seu co-inventor Justin Rosenstein no documentário. The Social Dilemma conta ainda, com as participações de outras personalidades conhecidas como o antigo presidente do Pinterest e ex-Diretor de Monetização do Facebook, Tim Kendall.

Apesar do documentário parecer ser defender uma posição crítica face às redes sociais, a verdade é que são também apontados alguns benefícios da sua utilização, defendendo a posição de que os algoritmos que regem estas plataformas, deveriam ser projetados com uma maior responsabilidade face aos seus utilizadores, sob risco de a sociedade pagar um preço demasiado alto no futuro. De acordo com a Netflix, o “documentário dramatizado explora o perigoso impacto das redes sociais nas pessoas, com especialistas em tecnologia a soarem o alarme sobre as suas próprias criações”.

O documentário estreou no passado dia 9 de setembro na Netflix e não deixou ninguém indiferente, nos primeiros dias depois da estreia, a série conquistou o primeiro lugar do ranking diário da plataforma em Portugal.

Confere o trailer a baixo:

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *