Connect with us

Ecologia & Sustentabilidade

Politécnico de Coimbra já iniciou a Escola de Verão

Joana Fonseca

Publicado há

em

IPC

O i2A Instituto de Investigação Aplicada (i2A) e o Centro de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade (CERNAS) já iniciaram no dia 30 de julho a sua Escola de Verão em “Investigação para a sustentabilidade e o desenvolvimento”, que engloba docentes de todas as unidades orgânicas de ensino do Politécnico de Coimbra (IPC).

O curso acolheu 15 alunos de licenciaturas e mestrados de várias instituições de Ensino Superior e reflete na várias dimensões da sustentabilidade, sejam ela, social, tecnológica, económica e ambiental, com o objetivo de dotar os formandos com competências para usar a IC&DT no desenvolvimento de soluções inovadoras para atenuar e resolver desequilíbrios e problemas relacionados, tais como outros aspetos que têm um forte impacto na sociedade, coo também na pandemia de COVID-19.

António Dinis Ferreira, diretor do CERNAS e responsável pelo projeto, saudou os participantes e afirmou que o IPC “quer ajudar os melhores estudantes a desenvolverem as suas competências e a terem oportunidade de ingressar em programas de doutoramento nas melhores universidades internacionais”. Para o responsável, a frequência desta Escola de Verão é o primeiro passo desse percurso, realçando a importância da mesma na valorização do currículo do estudante no âmbito de uma carreira científica. António Dinis Ferreira alertou, ainda, os jovens participantes para as dificuldades da vida de investigador e para a necessidade de uma boa preparação com vista a ultrapassar as adversidades. A sessão de abertura decorreu no anfiteatro H1 da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC-IPC), na presença dos estudantes participantes e de vários docentes que integram a iniciativa.

O curso é promovido pelo IPC em parceria com i2A, uma unidade orgânica de investigação da Instituição que integra os recursos de IDT&I e procede à gestão dos projetos financiados do IPC – e pelo CERNAS, UID classificada com Muito Bom pela FCT, que desenvolve a sua atividade nas áreas das ciências Agrárias, Agroalimentares, Veterinárias, Ambientais e Sociais, focadas no desenvolvimento sustentável.

Os formandos usufruem das dinâmicas de trabalho das equipas de investigação dos mais de 40 projetos em curso (FCT; SI I&DT do Portugal2020, PDR, LIFE, INTERREG, H2020) e das infraestruturas de investigação (Laboratórios VALOREN– Valorização de Recursos Endógenos e Naturais – e SISUS– Soluções Industriais Sustentáveis).

A Escola de Verão irá ter três módulos presenciais, com formação em sala de aula e estágios de prática laboratorial e de campo, até dia 30 de outubro.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzQxMjE1IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+