Connect with us

Em destaque

Projeto “100% IN”® do Politécnico de Leiria para a inclusão de estudantes com necessidades especiais

Joana Fonseca

Publicado há

em

A parceria feita entre o Politécnico de Leiria e o Instituto Padre António Vieira levou ao nascimento do projeto “100% IN”®, com o objetivo de promover a inclusão integral de estudantes com necessidades educativas especiais.

O projeto recebeu no mês de junho, o registo da marca portuguesa, concedido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial. O projeto vem reforçar a vocação do Politécnico de Leiria para a inclusão, assumido como um dos valores primordiais da sua ação ao nível da sua dinâmica interna, mas também na sua relação com o exterior, seja junto da sua comunidade, seja a nível nacional ou em contexto internacional.

“100% IN”® vai permitir ao Politécnico de Leiria criar e estruturar um plano de ações de desenvolvimento e inovação social durante os próximos três anos, a pensar na inclusão integral dos estudantes com necessidades específicas.

“O compromisso do Politécnico de Leiria enquanto instituição de ensino superior passa por promover uma sociedade mais inclusiva, a partir da sua realidade interna, envolvendo a comunidade em múltiplos exemplos de boas práticas geradas para dentro da instituição, e de dentro para fora, em conjunto com outros intervenientes”, explica Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria. “As ações desenvolvidas durante uma fase inicial do “100% IN”®, que contou a colaboração de professores, técnicos e estudantes, ainda enquanto projeto piloto, permitiram obter um diagnóstico efetivo da situação dos estudantes com necessidades específicas e delinear respostas adequadas para uma melhor inclusão, e, desta forma, apresentar medidas inovadoras para as necessidades encontradas”, revela.

No ano letivo da sua estreia (2018/2019), o “100% IN”® chegou a 103 estudantes com necessidades específicas, e o Politécnico de Leiria assumiu o desenvolvimento de uma estratégia de intervenção organizada e sustentável para garantir que estes estudantes entrassem, permanecessem e concluíssem a sua formação académica no ensino superior.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzU4MTI3IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+