Connect with us

Em destaque

“Eu sou a peça que falta” a campanha que assinala o regresso aos campi do IPS

Joana Fonseca

Publicado há

em

 Após cerca de dois meses e meio de ausência dos postos de trabalho e salas de aula, na sequência do confinamento imposto pela pandemia de COVID-19, o IPS preparou o regresso dos trabalhadores docentes e não docentes, bem como dos seus estudantes e bolseiros, com uma mensagem inspiradora, não só de uma total confiança num regresso em segurança, como também do espírito de pertença à instituição, hoje mais importante do que nunca.

A iniciativa teve início no dia 1 de junho com uma mensagem de boas-vindas nos ecrãs dos postos de trabalho de 750 trabalhadores docentes e não docentes, a distribuição de kits materiais de proteção individual e uma brochura com informação sobre os procedimentos a tomar para o regresso em segurança.

O objetivo da campanha é conseguir transmitir que cada um se encaixa perfeitamente na engrenagem necessária à motricidade da instituição. A imagem apresentada é um puzzle com várias fotografias de eventos, representando a união dos diferentes públicos que constroem a comunidade.

De forma a promover o bem-estar físico e o psicológico de todos os que irão frequentar os diferentes espaços foram também desenvolvidos materiais gráficos, como autocolantes para afixar nas mesas e cadeiras, de sensibilização para a necessidade de manter o distanciamento social  e o uso de máscara.

O Presidente Pedro Dominguinhos afirma “Continuaremos juntos, por todos, a provar que estamos à altura dos novos desafios e que cada uma e cada um de nós é peça-chave na organização e funcionamento da instituição”.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *