Connect with us

Lazer & Cultura

Vem aí 2ª edição do LEME: Festival de circo contemporâneo em Ílhavo

Beatriz Cavaca

Publicado há

em

De 5 a 8 de dezembro, em Ílhavo, Gafanha da Nazaré e Vista Alegre, o Festival de Circo Contemporâneo volta a surpreender com a segunda edição, desta vez com atuações baseadas no uso da matéria.

Este ano, o LEME conta com a participação de 7 países, sendo a Coreia do Sul como país convidado, com dois espetáculos em destaque e um acompanhamento alargado deste festival de circo e companhias da Alemanha, Espanha, França, Irlanda, Itália e Portugal que também se fazem representar com um total de 16 espetáculos, dos quais oito são estreias nacionais e um é uma estreia absoluta.

O festival conta ainda com seis apresentações itinerantes, resultado da candidatura à secção Navegar, que acolhe os trabalhos de alunos de várias escolas do país, e ainda três oficinas, duas formações e duas residências artísticas.

Nesta edição, parte-se da ideia de matéria para que se abram novos caminhos e se criem novas linguagens para o circo, como é o caso do espetáculo FANG, da companhia espanhola Animal Religion, em que o intérprete se vai fundindo em argila ao longo do espetáculo.

Mantém-se a aposta na criação, através do apoio ao criador nacional Daniel Seabra, que apresenta [HOSE], um espetáculo de acrobacia aérea em que se recorre a vários tipos de mangueiras de uma empresa da região, tornando-as não só cenário, mas também elementos do espetáculo, a que junta a cenografia de Maria Trabulo e o design sonoro de Miguel De.

O LEME continua ainda a reforçar o desafio à reflexão e ao pensamento crítico sobre o circo contemporâneo, dedicando um dos dias do festival ao Circus Fórum, um ciclo de conversas sobre o panorama do setor entre profissionais da área, evidenciando-se cada vez mais como ponto de encontro para profissionais, estudantes e entusiastas do setor.

Este Festival é uma organização do 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, com a colaboração da Bússola, consultora estratégica para a cultura. Os bilhetes individuais e o passe geral, que dá acesso a todos os espetáculos do festival, estão à venda nos espaços do 23 Milhas e na bilheteira da BOL.

[Imagem: Banco Social de Comunicação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzY2NjYxIiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+