Connect with us

Entrevista

MOCHE XL Games World: “um evento que vem mudar tudo a que as pessoas estão habituadas quando pensam em videojogos”

Flávia Ramalho

Publicado há

em

A Mais Educativa entrevistou Pedro Silveira, membro da organização do MOCHE XL Games World, um evento direcionado para todas as pessoas que gostam de videojogos, que acontece em Lisboa de 14 a 17 de novembro. Ainda não foram reveladas todas as novidades sobre este evento de gaming mas Pedro Silveira garante que o MOCHE XL Games World  “vem mudar tudo a que as pessoas estão habituadas quando pensam em videojogos”. Lê a entrevista completa:

Mais Educativa (ME) – De que modo é que o MOCHE XL Games World pretende afirmar-se no mundo do gaming?

Pedro Silveira (PS) – O Moche XL Games World pretende ser um evento direcionado a todas as pessoas que gostam de videojogos e não apenas aos jogadores profissionais. Pretendemos criar um evento que alie a tecnologia ao entretenimento e que seja mais do que um evento de exposição de videojogos, mas uma experiência para todos os envolvidos. Queremos afirmar-nos reinventando a experiência dos participantes neste tipo de eventos, com uma viagem pelo mundo dos videojogos destinada a todo o público.

ME – Este evento é uma continuidade do MOCHE XL Esports? O que é que os diferencia?

PS – O Moche XL Esports é um evento dedicado à competição e é procurado pelo público que acompanha as competições oficiais de videojogos entre algumas das melhores equipas do mundo. O XL Games World é um evento que queremos que seja uma experiência para os visitantes, em que, além de assistirem a várias competições de esports fazer parte da experiência, vivendo-a a partir do momento em que entra no recinto.

Queremos que todos tenham lugar e experienciem o que o evento tem para oferecer, desde os jogadores mais ocasionais, que jogam com os amigos ou para passar o tempo em filas, aos jogadores mais profissionais

 ME – Quem é o público deste evento? Em quem é que a organização pensou para desenvolver o conceito?

PS – O público deste evento é abrangente. Todos temos um pouco de jogadores e há experiências para qualquer pessoa. Queremos que todos tenham lugar e experienciem o que o evento tem para oferecer, desde os jogadores mais ocasionais, que jogam com os amigos ou para passar o tempo em filas, aos jogadores mais profissionais.

ME – O que há a destacar nesta nova edição do Moche XL Games World?

PS – Na 1.ª edição do Moche XL Games World, destacamos a experiência e o ambiente imersivo. Queremos envolver todo o público. Quisemos criar um evento não apenas dedicado aos jogadores profissionais, mas a todos os que simpatizam e têm interesse por videojogos. A nossa ideia é que este evento alie a tecnologia ao entretenimento e reforce, positivamente, a relação da sociedade com este universo imaginário. Para isso, teremos, em todos os nossos stands, atividades para todos os tipos de jogadores com jogos free to play e torneios abertos a todo o público, para que todos consigam viver a experiência e, até, sair da sua “zona de conforto”. Outro dos destaques do evento será a área da Nintendo, que conta com o torneio de um dos maiores jogos o Smash Bros. Ultimate e lançamentos que o público pode experimentar em primeira mão. A PlayStation junta-se ao Indie X e, além da final do concurso dos melhores jogos independentes, contaremos com a exposição dos jogos a concurso no PlayStation Talents. Teremos ainda o Future World, onde reforçamos a área educativa e damos a oportunidade aos jovens de terem o primeiro contacto com a indústria, através de palestras e workshops com grandes nomes da área. Vamos contar, ainda, com um Salão de Jogos dos anos 80, onde pais e filhos podem jogar e experienciar, em conjunto, os clássicos da altura e ainda vários stands de realidade virtual e realidade aumentada que todo o público pode experimentar. O nosso objetivo é que o Moche XL Games World seja uma experiência imersiva desde o momento de entrada no recinto até à saída e é nesse sentido que estamos a construir o evento.

Os novos títulos aguardados pelos fãs da franquia Pokémon chegam primeiro ao XL Games World e haverá várias competições abertas aos participantes.

ME – A que lançamentos vai assistir o público no evento?

PS – Os novos títulos aguardados pelos fãs da franquia Pokémon chegam primeiro ao XL Games World e haverá várias competições abertas aos participantes. Até à data do evento vamos, ainda, revelar mais alguns lançamentos.

ME – Que competições vão acontecer no MOCHE XL Games World?

PS – Em termos de esports, contamos com a final da 4.ª temporada do Worten Game Ring Master League Portugal by ASUS de CS:GO que oferece um prize pool de 10.000€. A Federação Portuguesa de Futebol Esports irá promover várias ativações e competições de FIFA 20, tais como o XL Challenge, que conta com 5.000€ de prize pool, e áreas de torneios free to play para todos os visitantes. O Moche XL Games World será também o palco de uma partida futebol virtual entre as Seleções de Portugal e Espanha. O Fortnite terá, também, o seu lugar com a maior arena alguma vez vista em Portugal, onde iremos promover torneios abertos a todo o público de 30 em 30 minutos. Por fim, teremos um torneio free to play de PES 2020, que oferece ao vencedor a possibilidade de ir ao Camp Nou assistir a um jogo do Barcelona, o torneio ASUS King Of The Hill Tekken 7, entre outros que iremos anunciar até ao evento.

Além do meet & greet habitual que os influenciadores terão com os fãs, também será possível encontrá-los a desfrutarem das experiências imersivas que o Moche XL Games vai proporcionar.

ME – O evento vai contar com a presença de vários influenciadores. Qual vai ser o papel deles no evento? Vão estar inseridos em que atividades?

PS – Sim, os fãs podem contar com os influenciadores e youtubers como o RicFazeres, Tiagovski, Torres ou JamieDrake e também de streamers como Zorlak, TaDeNight, Helena Santos, Shikai, entre outros. Além do meet & greet habitual que os influenciadores terão com os fãs, também será possível encontrá-los a desfrutarem das experiências imersivas que o Moche XL Games vai proporcionar. Por exemplo, Ric Fazeres, Pedro Tim e Daizer que já se desafiaram para competições de FIFA20.

ME – No que respeita ao serviço educativo, que atividades estão preparadas para os mais jovens?

PS – Teremos uma iniciativa chamada Future World que pretende proporcionar o contacto direto entre profissionais da área e milhares de alunos do ensino básico e ensino superior, de forma a proporcionar-lhes um primeiro contacto com a indústria. Através de formações, workshops gratuitos e masterclasses nas áreas de desenvolvimento de videojogos como, por exemplo, realidade virtual, arte final e banda sonora para videojogos, o programa procura ser um ponto de partida para os jovens que querem ser developers num setor que está em crescimento no nosso país e no mundo.
Para nós, é muito importante que este evento crie dinâmicas com as escolas para que professores, pais e jovens conheçam melhor este mundo e saibam como ter uma relação saudável e próxima dos videojogos, pois são várias as vantagens que advêm desta mudança de perspetiva.

As escolas que se inscrevam em visitas de estudo ao evento terão a possibilidade de usufruir de workshops gratuitos com profissionais do mercado de videojogos, nacionais e internacionais, e que vão desde iniciação a programação em Unity, desenvolvimento de jogos para VR e AR, arte digital e modelação 3D para videojogos.

ME – Há atividades especiais para as visitas de estudo?

PS – O Moche XL Games World enquadra uma série de experiências relacionadas com os videojogos, e a formação em torno das muitas áreas que permitem “fazer um jogo” não poderiam deixar de faltar. As escolas que se inscrevam em visitas de estudo ao evento terão a possibilidade de usufruir de workshops gratuitos com profissionais do mercado de videojogos, nacionais e internacionais, e que vão desde iniciação a programação em Unity, desenvolvimento de jogos para VR e AR, arte digital e modelação 3D para videojogos. A lotação é limitada, e as primeiras turmas a inscreverem-se nos workshops terão acesso a esta formação especial que o Moche XL Games World proporciona.

ME – Mas os menos jovens vão poder também recordar os primórdios dos videojogos na área de retrogames. Que jogos/consolas incontornáveis vão estar neste espaço? Os visitantes podem experimentar os aparelhos?

PS – Sim, teremos um Salão de Jogos, dedicado aos anos 80, onde pais e filhos podem conviver e experimentar as máquinas que fizeram sucesso nas décadas de 80 e 90, bem como grandes videojogos tais como Pacman, Metal Slug, Super Hang On, Daytona USA, Golden Dragon, entre muitos outros.

O objetivo do evento é expor o que de melhor se faz em Portugal ao mundo, mas também trazer aos portugueses grandes exemplos do que se está a fazer lá fora.

ME – Os estúdios independentes vão ter espaço no MOCHE XL Games World. E, neste âmbito, vai realizar-se um concurso internacional realizado pelo Indie X. Em que é que consiste este concurso?

PS – O Indie X é o maior showcase de jogos de estúdios independentes em Portugal. Pela segunda vez, a organização lançou um concurso para estúdios independentes nacionais e internacionais exporem as suas mais recentes criações e habilitarem-se a ganhar um prémio de 5.000€ para desenvolver o jogo. Após uma primeira fase de candidatura, na qual mais de xxx estúdios se candidataram, a organização está atualmente a selecionar os 50 criadores que irão expor os seus projetos ao público do XL Games World e a um júri convidado. O vencedor será conhecido no fim do evento.
O objetivo do evento é expor o que de melhor se faz em Portugal ao mundo, mas também trazer aos portugueses grandes exemplos do que se está a fazer lá fora. É muito importante promover esta interação, por um lado para dar visibilidade e ajudar os nossos criadores a alcançarem o sucesso num setor altamente competitivo e, por outro, desmistificar a ideia de que só grandes estúdios podem desenvolver videojogos para as consolas e alcançar milhões de jogadores a nível mundial.

A nossa ideia é continuar a inovar e a criar a melhor experiência de videojogos para o público.

ME – O Cosplay tem sempre lugar num evento de videojogos. Que atividades de cosplay vão ser inseridas no evento?

PS – Ainda estamos a ultimar pormenores, mas teremos uma área dedicada ao cosplay, onde todos os apaixonados pela arte podem desfrutar e vestir a pele dos seus super-heróis.

ME – Esta será a primeira edição de um evento que se vai repetir no futuro?

PS – Claro! A nossa ideia é continuar a inovar e a criar a melhor experiência de videojogos para o público.

O Moche XL Games World é um evento que vem mudar tudo a que as pessoas estão habituadas quando pensam em videojogos.

ME – Posso pedir-lhe que enderece um convite aos leitores da Mais Educativa e Mais Superior? Porque é que devem visitar o MOCHE XL Games World?

PS – O Moche XL Games World é um evento que vem mudar tudo a que as pessoas estão habituadas quando pensam em videojogos. Se querem experimentar algo diferente, imergir nos mundos virtuais dos títulos mais aguardados e adorados do público, devem visitar-nos, de 14 a 17 de novembro, na Altice Arena. Vai ser de outro mundo.

 

Pedro Silveira, membro da organização do MOCHE XL Games World

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *