Connect with us

Entrevista

Vai e Vem em entrevista à Mais Superior

Beatriz Cavaca

Publicado há

em

Os Vai e Vem, são uma dupla composta por Vítor Lusquiños e Diogo Correia, que nasceu da vontade dos dois jovens por fazer música em português.

A dupla, apesar de já se ter cruzado anteriormente em outros projetos musicais e decidiu dar continuidade ao amor pela música e inspirando-se nos temas do quotidiano, começando a compor temas originais que mais tarde se traduziram num álbum.

O primeiro EP da banda teve apresentação na Casa Das Artes, em Felgueiras, a 25 de junho de 2016 e marcou a estreia da dupla oficialmente.

Passado vários anos de carreira como banda lançam agora um novo single “Esse amor” que já está disponível nas plataformas digitais para ser ouvido.

A nossa revista teve o prazer de entrevistar os artistas que compõe esta banda e aqui fica o resultado:

MS (Mais Superior) – Em que é que se inspiraram para escrever este novo single?

Vai e Vem – Este novo single pode dizer-se que foi inspirado numa história de amor, que como a própria letra diz “ás vezes é para sempre”. E nós decidimos passar isso para o papel.

MS – Trabalham há mais de 8 anos juntos. Como tem sido trabalharem um com o outro?

Vai e Vem (responde Diogo Correia) – Eu e o Vitor trabalhamos à mais de 8 anos juntos, na verdade já são 10 anos que trabalhamos juntos. Não vamos dizer que seja fácil, todos nós temos os nossos problemas e eu e o Vitor não somos diferentes. Também temos os nossos problemas dentro e fora do trabalho, mas nós conseguimos resolver facilmente porque na verdade chegamos ao fim do dia e estamos os dois a remar no mesmo sentido e não existe nada que não conseguimos resolver.

MS – Tiveram outro projeto musical, os “Black Panoramic” em que é que este projeto difere do anterior?

Vai e Vem – Os “Black Panoramic” foram uma fase muito boa da nossa vida. O projeto era bastante diferente, principalmente porque era em inglês e também porque era de Rock progressivo… Assim uma coisa mais melancólica. Portanto, nos Black nós também éramos muito mais novos, tínhamos os nossos 15 anos (15, 16 anos), então a nossa maturidade musical era completamente diferente da atual, portanto à partida o projeto iria sempre ser muito diferente do projeto atual.

Mas basicamente aquilo que diferia era o estilo musical por que nós nos “Black Panoramic” tocávamos Rock e cantávamos em inglês.

MS – Escolheram escrever e cantar sempre em português, qual a razão?

Vai e Vem – Nós achamos que ao longo destes anos que nós vimos a fazer música que a partir de uma certa altura, começou a fazer sentido, nós passarmos a nossa música na nossa língua. Parece que as palavras são mais verdadeiras, parece que a história é contada de forma mais verdadeira e sobretudo, nós sentimos mais assim e esperamos que vocês o público também o sintam da mesma maneira.

MS – Onde vos podemos ouvir nos próximos tempos?

Vai e Vem – Não há nada que nós possamos garantir, ou seja não há datas. Mas podemos dizer de certeza que estamos a trabalhar muito e temos muitos projetos daqui para a frente basta estarem atentos às nossas redes sociais. Seguirem-nos no Youtube e no Instagram já sabem! Fiquem atentos!

[Imagem: Facebook da Dupla]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *