Connect with us

Em destaque

ISEP, IPBragança e UMinho na prevenção de incêndios

Flávia Ramalho

Publicado há

em

Uma equipa de investigadores do GRAQ – grupo de I&D do Instituto Superior de Engenharia do Porto – o Instituto Politécnico de Bragança e a Universidade do Minho estão a colaborar num projeto de recuperação preventiva de áreas queimadas em Portugal e na Galiza.

O “Terramater” vai propor um conjunto de métodos para melhoria da qualidade dos solos queimados e criar um sistema de monitorização e alerta para a prevenção de incêndios.

Trás-os-Montes e Alto Minho são as áreas portuguesas piloto, onde o projeto vai ser aplicado, numa primeira fase.

Ao mesmo tempo que tentam recuperar áreas ardidas, os investigadores vão focar-se em florestas saudáveis para listar locais de maior risco de incêndio com necessidade de intervenção.

O objetivo é que os solos queimados fiquem restaurados o mais rápido possível e que, com base no sistema de alerta, se possa reduzir significativamente a ocorrência de incêndios”, explica, em comunicado, Manuela Carvalho, docente e investigadora do ISEP.

Terramater” integra o programa de cooperação entre Portugal e Espanha (INTERREG-POCTEP) e está a ser desenvolvido em pareceria com a Universidade de Santiago de Compostela, a empresa Recursos y Valorización Ambiental S.L, o Instituto Superior de Engenharia do Porto, o Instituto Politécnico de Bragança e a Universidade do Minho.

[Imagem: GRAP ISEP]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *