Connect with us

Ciência & Tecnologia

Universidade do Algarve reativa curso em Engenharia Alimentar

Flávia Ramalho

Publicado há

em

A Universidade do Algarve (UAlg) cai reativar a licenciatura em Engenharia Alimentar, no próximo ano letivo 2019/2020. O curso será lecionado no Instituto Superior de Engenharia (ISE).

A licenciatura – que já tinha sido lecionada na UAlg – vai substituir o atual curso em Tecnologia e Segurança Alimentar; no entanto, surge reestruturada, nomeadamente no que concerne ao seu plano de estudos.

Este curso pretende formar profissionais com conhecimento e competências necessárias à resolução de problemas concretos de Engenharia Alimentar, compreendendo a natureza física, química e biológica dos alimentos e bebidas, assim como as alterações resultantes do processamento tecnológico e dos métodos de controlar as diferentes etapas de produção, para obter produtos finais seguros e saudáveis”, pode ler-se num comunicado enviado à redação.

Para além disso, a licenciatura em Engenharia Alimentar vai ainda transmitir conhecimentos relacionadas com o controlo de qualidade químico, microbiológico e sensorial da implementação e gestão de sistemas de qualidade e segurança alimentar, e a dinamização de estratégias para a utilização de recursos e energia sustentáveis.

O curso tem duração de três anos, perfazendo um total de 180 ECTS, e no ano letivo 2019/2020 vai abrir 23 vagas – 50% das quais para os candidatos com preferência regional e 30% para acesso preferencial.

As provas de ingresso exigidas são um dos seguintes grupos: Biologia e Geologia e Matemática ou Física e Química e Matemática.

Os licenciados em Engenharia Alimentar poderão desempenhar funções em: empresas do setor agroalimentar, administração pública e associações profissionais, empresas de fornecimento, distribuição e comercialização de géneros alimentícios, empresas de consultoria e auditoria, entidades de fiscalização, equipas de investigação e desenvolvimento de processos, equipamento e produtos alimentares em indústrias e outras organizações, equipas para o planeamento e execução de projetos de indústrias alimentares e equipas de formação/educação.

 

[Imagem: Universidade do Algarve]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzczNDY2IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+