Connect with us

Ciência & Tecnologia

Cleantech Camp 2019 distingue projeto da Universidade de Coimbra

Flávia Ramalho

Publicado há

em

O sistema PAVNEXT (Pavement Energy Efficient Extractor), desenvolvido na Universidade de Coimbra (UC), conquistou o 3.º lugar, no Programa Cleantech Camp 2019, um programa de apoio ao empreendedorismo na área das energias limpas.

O projeto da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) arrecadou um prémio monetário no total de cinco mil euros.

O sistema PAVNEXT (Pavement Energy Efficient Extractor) pressupõe um pavimento que permite a redução do número de acidentes e da sua gravidade, que produz energia elétrica pela passagem dos veículos e que utiliza uma cobertura superficial feita de borracha resultante da reciclagem de pneus usados.

O PAVNEXT foi apresentado por Francisco Duarte, bolseiro de Pós-Doutoramento do projeto PAVENERGY – Pavement Energy Harvesting Solutions, coordenado por Adelino Ferreira, do Departamento de Engenharia Civil, e cofinanciado pelo FEDER através do COMPETE 2020 e por fundos nacionais através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

O sistema PAVNEXT permite produzir energia elétrica pela passagem dos veículos e permite a redução do número de acidentes rodoviários e da sua gravidade”, explicam em comunicado os responsáveis do projeto.

O projeto da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra conquista prémios desde 2016, quando ganhou a 1.ª edição do Prémio Inovação Segurança Rodoviária. Depois disso, já venceu, entre outros, a competição nacional do ClimateLaunchpad, o concurso Big Smart Cities Portugal, o prémio “Urban Transitions” na final europeia do ClimateLaunchpad e o concurso Inov.Ação Valorpneu 2018.

O programa CleanTech Camp consistiu em 4 semanas de formação. A primeira semana foi preenchida com aulas digitais, a segunda decorreu em Barcelona, a terceira no Porto e a última em Madrid. Para além disso, foram organizados eventos de networking, bem como uma cerimónia final em Barcelona. Durante o programa, cada projeto teve um mentor atribuído que seguiu o desenvolvimento do plano de negócio e o pitch de investidores.

Os participantes do Cleantech Camp tiveram acesso à sede da CEiiA, espaços de incubação da Barcelona Activa, InnovaHub da Naturgy, Venture Center da Enagás e FAB da Enagás.

 

[Foto: Divulgação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzM2MDgxIiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZjb250cm9scz0xJmNvbG9yPXJlZCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gbm8tbGF6eWxvYWQiIGRhdGEtdm9sPSIxMCIgIGRhdGEtZXBhdXRvcGxheT0iMSIgIHRpdGxlPSJZb3VUdWJlIHBsYXllciIgIGFsbG93PSJhdXRvcGxheTsgZW5jcnlwdGVkLW1lZGlhIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW4gZGF0YS1uby1sYXp5PSIxIiBkYXRhLXNraXBnZm9ybV9hamF4X2ZyYW1lYmpsbD0iIj48L2lmcmFtZT48L2Rpdj4=