Connect with us

Lazer & Cultura

Gulbenkian recebe exposição sobre cérebro humano

Avatar

Publicado há

em

Estás pronto para mergulhar numa análise detalhada sobre o interior do teu cérebro?

A Gulbenkian tem uma nova exposição que te convida a conhecer melhor a tua mente: chama-se Cérebro: Mais Vasto que o Céu e vai ser inaugurada a 16 de março, em Lisboa. Esta mostra vai reunir bastante informação sobre como a mente funciona e contar com várias atividades interativas.

Já alguma vez pensaste que fosse possível ouvir a tua própria atividade cerebral? A verdade é que vais ter oportunidade de o fazer! Nesta exposição, podes encontrar uma orquestra de cérebros. Nós explicamos: trata-se de uma instalação de multimédia em que quatro visitantes podem ver e ouvir, em simultâneo, a sua atividade cerebral. Os sinais são captados por um capacete especial e projetados numa tela gigante! A tradução desses sinais para sons foi da responsabilidade do músico Rodrigo Leão.

Esta exposição é composta por três núcleos. O primeiro foca-se na origem dos cérebros e na evolução biológica dos vários animais — incluindo, claro, os humanos. Neste núcleo vais encontrar, por exemplo, uma escultura de 12 metros de um neurónio! Esta vai estar iluminada com LED que simulam disparos neuronais sempre que aparecer uma pessoa.

O segundo núcleo foi desenvolvido com o objetivo de explicar a forma como o nosso cérebro dá origem aos pensamentos que temos sobre o mundo que nos rodeia – e também acerca de nós próprios. Há ainda uma secção acerca de linguagem e ilusões de ótica – a juntar à tal orquestra de cérebros de que falamos acima! O terceiro núcleo de Cérebro: Mais Vasto que o Céu foca-se na inteligência artificial.

Sabes o que é Mindball? Trata-se de um jogo de futebol mental no qual duas pessoas disputam uma partida e movem a bola em direção à baliza do adversário simplesmente através das suas ondas cerebrais! E adivinha: vais poder jogar nesta mostra!

Os bilhetes custam 5 euros (só estarão disponíveis online aquando da inauguração) e a exposição poderá ser visitada entre as 10 e as 18 horas na galeria principal da Gulbenkian. O espaço encerra às terças-feiras.

[Foto: Self Reflected Microgravura em ouro a 22K sob luz branca, 2014-2016 © Greg Dunn and Brian Edwards]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzk5OTI2IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+