Connect with us

Lazer & Cultura

Politécnico de Leiria inaugura exposição sobre etnia cigana

Avatar

Publicado há

em

O Politécnico de Leiria inaugura esta sexta-feira, dia 1 de fevereiro, pelas 18 horas, a exposição fotográfica “Singular do Plural”, da autoria de Sérgio Aires. Durante todo o mês de fevereiro, o público pode visitar gratuitamente esta mostra fotográfica na Biblioteca José Saramago, no campus 2 do Politécnico de Leiria.

Na sinopse desta exibição, pode ler-se que «mais do que um livro feito de testemunhos na primeira pessoa, “Singular do Plural”, representa um espaço de liberdade e de autodeterminação. Representativo quanto ao género, partilha de testemunhos que atravessam o país de norte a sul, testemunhos de homens e mulheres de etnia cigana dos 18 aos 65 anos que reclamam o direito à igualdade, que neste século, não é possível não reconhecer à pessoa humana».

O principal objetivo desta mostra é «desmistificar um plural – “os ciganos” – supostamente representativo de uma entidade coletiva apenas imaginária, e quase sempre negativa, que procura classificar o todo, ignorando as partes». Sérgio Aires ainda acrescenta que «”Singular do Plural” é um alerta de que todos devemos guardar memória: a dignidade de um povo e de uma nação é a soma de todos os contributos dos seus concidadãos, sem exceção, expressos com igual grau de autonomia e de respeito, de forma justa, coesa e equitativa».

Licenciado em Sociologia pela Universidade do Porto, Sérgio Aires é consultor e perito nas áreas da pobreza, exclusão e políticas sociais. É fotógrafo desde muito novo, atividade que exerce em paralelo com a Sociologia, e tem publicado vários trabalhos em diferentes meios, bem como tem participado em várias campanhas anti-discriminação e em promoções de artistas e espetáculos, com as suas fotografias.

Entre novembro de 2006 e setembro de 2018 Sérgio Aires foi diretor do Observatório de Luta contra a Pobreza na cidade de Lisboa. Como voluntário, exerce atualmente, e entre outras, as funções de delegado português no Comité Executivo da European Anti-Poverty Network (EAPN), de presidente da Assembleia-Geral da Associação Slow Movement Portugal, de vogal do Centro Social e Paroquial de São Nicolau, no Porto, e de vice-presidente da Associação Gentopia – Associação para a Diversidade e Igualdade de Género.

[Foto: Politécnico de Leiria]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *