Connect with us

Em destaque

Calma, Rookie: Dicas SOS para os recém-chegados ao Ensino Superior, parte 2

Publicado

em

Comer: é importante repor energias!

Diz Addio, adieu, auf wiedersehen, goodbye à comidinha da mamã e da vovó…

Ok, talvez o adeus não seja definitivo: se tens a sorte de viver relativamente perto da cidade que agora te acolhe e consegues ir visitar a tua família todos (ou quase todos) os fins de semana, podes sempre trazer os míticos tupperwares com sabor a casa…

(Atenção: a tua casa vai continuar sempre a ser um refúgio, o teu lugar seguro. A tua família, os teus amigos de longa data, as ruas que conheces como as linhas da palma da tua mão, os lugares que gostas de frequentar, os teus esconderijos secretos e os sítios onde brincavas quando eras mais novo. Ninguém te deve julgar por teres saudades de casa. Passar mal por querer a mãe ou o pai não é para os fracos: é um sentimento comum quando se deixa pela primeira vez o “ninho”. Garantimos que, com o passar do tempo, tudo se torna mais fácil de lidar).

  • A bela marmita – de casa dos pais ou mesmo cozinhada por ti:

Até podes trazer um verdadeiro batalhão de tupperwares, organizadas e preparadas para cada dia… Mas chega a meio da semana e já não há comida da avó que aguente (ainda para mais quando é tão deliciosa, nós entendemos). Por isso, mesmo que sejas alvo dos olhares de cobiça dos teus colegas sob o teu pitéu na segunda e na terça-feira, há que meter mãos à obra para não passar fome e não comer noodles nos outros dias (Atenção que somos apologistas dos noodles e são uma ótima solução rápida para quando tens pressa e nada em casa!). Que tal aproveitar as funcionalidades da cozinha nova e dos seus utensílios para pôr em prática as dicas que os teus pais já te ensinaram e a criatividade e veia de chef que sabemos que está algures por aí?

Há receitas simples, rápidas (e saudáveis, muito importante também). Deixamos-te dois exemplos de pratos que até o Remy pré-Ratatui conseguiria fazer. Vais perceber como não é assim tão difícil fazer sopa (e até dura para vários dias) e como massa c0m atum pode ter um twist que a torne um pouco mais interessante.

Para além de ser uma boa forma de poupar uns euros, podes ainda ostentar uma marmita bem gira – e levá-la para onde fores. Acabaram-se as secas na fila do almoço! Só vantagens, já viste?

  • Cantina da faculdade

Para os dias em que não tiveres tempo de preparar a tal marmita e as opções do bar não te parecerem atrativas, tens sempre a cantina da faculdade – e ainda dá para recordar com nostalgia os tempos do básico, quando quase todos almoçavam no refeitório. Geralmente, os preços das refeições nas cantinas de estudantes são muito em conta (rondam os 2,50) e tens direito a sopa e a fruta (ou sobremesa, se estiveres num dia de sorte).

Não prometemos que as senhoras da cantina sejam todos os dias cozinheiras de mão-cheia como a tua avó, mas também não nos parece que ela tenha tantos netos para alimentar! Aproveita para as tratares bem e perguntares como vão as suas vidas. Servir estudantes stressados com exames e frequências e ver milhares de caras de poucos amigos todos os dias não deve ser tarefa fácil! Ainda para mais quando os nossos pitéus não são valorizados! Oferece-lhes um sorriso e vais ver como da próxima vez até tens direito a três croquetes em vez de dois (mas não divulgues a estratégia, é um segredo dos deuses!).

 

Receitas

Cuscuz com legumes e abacate (vegatarianos, esta é para vocês!)

Ingredientes

  • 350gr de cuscuz
  • 2 tomates
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 pimentão amarelo
  • 1 cebola pequena bem picada
  • 1 lata de ervilhas
  • Salsa picada
  • 1 punhado de azeitonas pretas
  • 2 abacates
  • Sumo de 1 limão
  • Azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparação

  1. Deita água a ferver sobre o cuscuz e tapa. Deixa repousar por 10 minutos e depois separa os grãos com um garfo.
  2. Corta os tomates e os pimentões em cubos. Em seguida, mistura estes cubos ao cuscuz.
  3. Junta as ervilhas, a cebola, as ervas picadas e as azeitonas sem os caroços. Mistura bem.
  4. Temperar com sal, pimenta, azeite e sumo de limão a gosto. Mistura bem.
  5. Pica os abacates e espalha um pouco de sumo de limão (dica para não escurecerem!)
  6. Junta à salada e misturar com delicadeza.

Arroz de peixe

Esta pode parecer uma das receitas para estudantes mais difíceis, mas engana-se ao pensar assim. É uma receita fácil, saudável e mais apresentável para servir aos pais ou amigos que gostam de peixe. Serve até 4 pessoas.

 Ingredientes

  • 1 chávena de arroz
  • 5 ou 6 chávenas de água
  • 2 ou 3 medalhões de peixe aos cubos (se comprares congelados, deixa descongelar naturalmente)
  • 1 cebola picada
  • 1 mão de salsa picada
  • 1 chávena de polpa de tomate
  • Sal e pimenta q.b.

Modo de preparação 

  1. Num tacho, comece por refogar a cebola picada no azeite.
  2. Acrescenta quase toda a salsa e a polpa de tomate. Mexe bem e junta o peixe cortado aos cubos grandes e, passados 5 minutos, junta água para fazer o arroz.
  3. O arroz deve ficar cozido, mas não muito mole e com um pouco de água. Apaga o lume. Salpica a restante salsa. Acompanha com alguma salada para acrescentar ainda mais nutrientes à tua refeição.

 

[Fotos: Unsplash]

Publicidade
Clica para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *