Connect with us

Novidades

Online dating. “Will you F*ck, Marry or Kill”?

Avatar

Publicado há

em

Quantas vezes é que já utilizaste dating apps e a conversa não era nada de especial? As mesmas frases de sempre, nenhum assunto interessante, pessoas que talvez nem fossem reais… E se alguém transformasse as conversas online num jogo? Chega de ver perfis aborrecidos e de manter conversas que só servem para perderes o teu tempo. Com esta app, apenas tens de escolher: F*ck, Marry or Kill?

Como surgiu
A FMK surgiu exatamente como este tipo de ideias deve surgir, ou seja, durante uma tarde descontraída regada a cerveja. Alguém mandou a ideia para o ar na brincadeira, e em apenas algumas semanas a app já era uma realidade.

A criação
Desenvolvida pela Build Up Labs, um Startup Studio que cria startups em série perto de Braço de Prata, em Lisboa, esta app veio revolucionar a forma como olhamos para as dating apps. Como diz Christian, um dos responsáveis, “é menos pesada, leva menos a sério a parte do dating e dá mais importância ao lado do entretenimento”.

Como jogar
Basta descarregares gratuitamente a app e fazeres login através do Facebook. Depois, colocas se preferes homens, mulheres ou ambos, para depois aparecerem três imagens diferentes, nas quais vais selecionar se achas aquela pessoa ideal para uma noite de prazer (F*ck), para uma relação séria (Marry) ou se não queres ter nada a ver com ela (Kill). Se a pessoa do outro lado selecionar o mesmo que tu, vocês terão um match e abrir-se-á uma janela de chat que poderás ou não utilizar.

Quem pode jogar
É preciso ter, no mínimo, 18 anos para se jogar FMK, sendo que a maior parte dos utilizadores tem entre 18 e 23 anos. Está presente em 180 países e, acredites ou não, é mais popular na Alemanha (42,3 por cento dos utilizadores) do que em outra nação qualquer. Depois da Alemanha surge Portugal com 29 por cento, e a Suíça com 7,6 por cento.

A segurança
Com a obrigatoriedade do login através do Facebook, existem desde logo garantias de que a pessoa é real e tem a idade certa. Ao mesmo tempo, as fotografias não podem ter conteúdo ofensivo, para não chocarem os mais sensíveis, e também será possível denunciar abusos por parte dos utilizadores na própria app.

As reações
Segundo Christian, o que mais os surpreendeu foi “a forma como as pessoas reagiram bem ao match de tipo ‘Kill’. Muitas acabaram por usá-lo para quebrar o gelo e agora já existem exemplos de pessoas que se conheceram assim e que chegaram a encontrar-se na vida real”.

O futuro da FMK
A equipa trabalha todos os dias para melhorar a experiência dos jogadores e está já a pensar em apostar na diversão da app, principalmente com o University Challenge – um concurso entre instituições do Ensino Superior para perceber qual é mais popular na FMK –, estando também a testar inteligência artificial de forma a “obtermos matches mais significativos aos nossos utilizadores”.

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *