Connect with us

Novidades

2018. Os transportes que ficam mais caros (e aqueles que não)

Avatar

Publicado há

em

Os transportes públicos de longo curso vão sofrer um aumento máximo de 2,5 por cento, enquanto que as viagens inferiores a 50 quilómetros e as deslocações nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto vão poderão ir além dos 2 por cento. E há serviços que não vão ter aumento de preços.

Já foi deliberado pelos Secretários de Estado do Tesouro, das Infraestruturas e Adjunto e do Ambiente, que a atualização a aplicar em cada tarifa de cada título de transporte não pode ser superior a 2,5 por cento sobre a tarifa atual.

Ao mesmo tempo, os transportes coletivos rodoviários interurbanos de passageiros em distâncias inferiores a 50 quilómetros (Rodoviária), e os transportes coletivos nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto (Carris e STCP), incluindo transportes fluviais e comboios urbanos e suburbanos dentro do mesmo limite de quilometragem, não poderão ser aumentados em mais de 2 por cento.

No caso dos cartões dos títulos de transporte Lisboa Viva, Viva Viagem/7 Colinas e Andante, não vão existir quaisquer aumentos.

[Fonte: Agência Lusa]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *