Connect with us

Lazer & Cultura

MOTELX. Thursday Night e Cold Hell grandes vencedores

Avatar

Publicado há

em

MOTELX. Thursday Night e Cold Hell grandes vencedores

Pela 11ª vez o MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa levou multidões a explorar a temática do Terror no cinema. Gonçalo Almeida e Stefan Ruzowitzky foram os grandes vencedores deste ano.

Gonçalo Almeida venceu, com o seu filme Thursday Night o maior prémio de curtas-metragens de Portugal.

Esta obra foi inspiriada pelo álbum de Brian Eno, “Thursday Afternoon” e foi destacado pelo jurí como “um filme que nos marcou muito, que consideramos único e que certamente ficará na nossa memória”. Com este Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa/Méliès d’Argente 2017, o realizador que saiu de Santiago do Cacém para estudar realização na London Film School, vê o seu filme automaticamente selecionado para concorrer no Prémio Méliès d’Or, atribuído pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico em novembro.

Ainda dentro do mundo as curtas-metragens, a obra de Guilherme Daniel, Depois do Silêncio recebeu uma Menção Especial do jurí devido a uma trabalho “muito promissor” de argumento e fotografia. Guilherme Daniel é licenciado em Imagem na Escola Superior de Teatro e Cinema desde 2012 e a partir desse ano até agora já trabalhou como diretor de fotografia, em curtas e documentários, tendo escrito e produzido, para além de Depois do Silêncio (que também realizou), as curtas Maria e Ermida.

Já o Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia/Méliès d’Argent 2017 foi para o aclamado realizador autriaco Stefan Ruzowitzky. “Cold Hell” conta a história de uma jovem taxista turca numa Alemanha multicultural que começa a ser perseguida por um serial killer.

O jurí afirmou que é um “filme excepcional que combina elementos do serial killer thriller com o terror”. O realizador e a atriz principal, Violetta Schurawlow, estiveram na sessão e foram pessoalmente receber o prémio. Stefan Ruzowitzky já tem uma carreira longa de sucesso. Começou a trabalhar na área do audiovisual por volta dos anos 80 e nos aos 90 entrou na área dos videoclips tendo feito projetos para The Scorpions e ‘N Sync, e sido nomeado para os MTV Video Music Awards. Em 1998 o seu filme The Inheritors foi aclamado em diversos festivais de cinema tendo recebido mais de 20 prémios internacionais. Em 2007 recebeu o melhor prémio da sua carreira com The Counterfeiters – o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. Tal como a curta de Gonçalo Almeida, também a longa de Stefan Ruzowitzky faz parte dos nomeados para o Prémio Méliès d’Or.

[Fonte: MOTELX]
[Foto: Divulgação]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzY3MTI5IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZjb250cm9scz0xJmNvbG9yPXJlZCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gbm8tbGF6eWxvYWQiIGRhdGEtdm9sPSIxMCIgIGRhdGEtZXBhdXRvcGxheT0iMSIgIHRpdGxlPSJZb3VUdWJlIHBsYXllciIgIGFsbG93PSJhdXRvcGxheTsgZW5jcnlwdGVkLW1lZGlhIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW4gZGF0YS1uby1sYXp5PSIxIiBkYXRhLXNraXBnZm9ybV9hamF4X2ZyYW1lYmpsbD0iIj48L2lmcmFtZT48L2Rpdj4=