Connect with us

Desporto & Saúde

Desde a crise, há mais jovens na pedopsiquiatria

Avatar

Publicado há

em

Os jovens foram dos mais afetados psicologicamente com a crise económica, e aumentaram o número de casos nas urgências de pedopsiquiatria, de acordo com o coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental (PNSM).

Hoje assinala-se o Dia Mundial da Saúde, e os jovens são motivo de preocupação. De todos os malefícios que a crise económica trouxe, há um que afeta de forma muito direta o bem-estar desta faixa etária. Quem o diz é Álvaro de Carvalho, coordenador do PNSM, em declarações ao Diário de Notícias: “Há casos de grande sofrimento emocional, ansiedade, depressão, automutilação e tentativas de suicídio.”

Este especialista afirma que, desde 2010 e 2011, se tem registado um aumento no número de jovens que se dirigem às urgências de pedopsiquiatria. Para tentar contornar o flagelo, nos últimos dois anos têm sido realizadas ações de formação com profissionais de saúde e professores.

Apesar disso, existem situações onde a ajuda não é suficiente para impedir o suicídio. De acordo com Álvaro de Carvalho, é “nos arquipélagos” que se verificam mais casos de suicídio em jovens dos 15 aos 24 anos – “cerca de 10 madeirenses e cerca de 30 açorianos por cada 100 mil habitantes”.

[Fonte: Diário de Notícias]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *