Connect with us

Lazer & Cultura

“Onde foi a Minha Sorte” vence o Festival Córtex

Avatar

Publicado há

em

Terminou o Festival de Curtas-Metragens de Sintra – o Córtex – e o filme Onde foi a Minha Sorte, de Pedro Gonçalves, foi o grande vencedor.

O júri do Festival elegeu o melhor dos 32 filmes a concurso, referindo-se ao vencedor como “a força do começo”. “Começar a fazer filmes tem a ver com viver medos e aprender a ser certeiro, mesmo quando não se sabe nada do que aí vem. A criança, a ferida escondida, a energia no chuto da bola. Esta força do começo traz-nos a nós a alegria de descobrir imaginações jovens que têm a seriedade de assumir que querem filmar”, concluiu o júri, citado pelo comunicado da organização.

Na competição internacional a curta vencedora foi a alemã Nach dem Spiel (After Play), de Aline Chukwuedo, que o júri considerou ser “um filme de grande simplicidade e inteligência na apropriação de recursos surpreendentes”. Destaque ainda para a menção honrosa ao filme sul-coreano The Chicken of Wuzuh, de Sungbin Byun, e para o prémio atribuído pelo público ao filme português Campo de Víbora, de Cristèle Alves Meira.

Para a competição nacional foram selecionadas 16 curtas, e mais 16 para a competição internacional, depois de a organização ter recebido “um número recorde de inscrições”. A competição internacional integrou filmes provenientes do Irão, Polónia, Alemanha, França, Suíça, Canadá, Irlanda, Grécia, Bélgica, Coreia do Sul, Rússia e Estados Unidos.

[Fonte: Organização]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *