Connect with us

Novidades

Coimbra quer aproximar as pessoas do rio Mondego

Avatar

Publicado há

em

A recuperação da zona ribeirinha degradada e a criação de um percurso pedonal vão melhorar a relação das gentes com o rio Mondego.

É uma intervenção de cerca de 8 milhões de euros, agora aprovada pelo munícipio de Coimbra. Designado por Estabilização da margem direita do Rio Mondego, entre a ponte de Santa Clara e o Açude Ponte, vai recuperar uma zona degradada (nalguns locais com os muros de suporte da margem em risco) e criar um percurso pedonal circular, unindo as duas margens do rio através das pontes que estão mais próximas do centro da cidade.

Segundo fonte do município, esta intervenção vai permitir “uma maior fruição do património ambiental, no centro da cidade”, prevendo a recuperação dos muros da Avenida Emídio Navarro, a reformulação da rampa do cais e a implantação de um passadiço em estrutura metálica à cota do patamar inferior das escadas, de modo a permitir a continuidade da circulação.

Entre a Estação de Coimbra-A e o Açude Ponte, o projeto prevê uma intervenção global no espaço existente entre o leito do rio e a linha de caminho-de-ferro. A faixa de rodagem será totalmente intervencionada, em alguns casos o eixo da via será realinhado para dar mais espaço ao peão, e a iluminação pública no troço entre as duas pontes será totalmente reformulada, bem como a rede de drenagem pluvial.

[Fonte: Sapo 24]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *