Connect with us

Lazer & Cultura

E os prémios foram para…

Avatar

Publicado há

em

O mês de fevereiro costuma ser um porreiro. Há menos dias de aulas, e há duas festas de arromba: a do Carnaval e a dos Oscares. E se em relação à primeira deixamos que as fotos no teu Facebook contem tudo, trazemos-te um resumo do que de melhor aconteceu na segunda.

Primeiro, o apresentador. E para uma noite que se queria “legen…wait for it…dary”, nada melhor que o Barney de How I Met Your Mother, o ator Neil Patrick Harris. Infelizmente, nós bem esperámos mas não houve nada que se destacasse ao ponto de nos ficar na memória, exceção feita à paródia ao filme Birdman, onde surgiu no palco em cuecas.

Na linha de partida para chegar à meta dourada estavam, à frente de todos os outros, dois filmes: Birdman e Boyhood, com um terceiro – The Grand Budapest Hotel – a destacar-se no número de nomeações (nove), tantas como o filme meio-homem-meio-pássaro.
E foi mesmo Birdman o grande vencedor da noite, com o Oscar para Melhor Filme, e concedendo a Alejandro G. Iñárritu a distinção de Melhor Realização e Melhor Argumento Original, o realizador que chamou ao seu trabalho “uma ideia mesmo maluca”. E pelo segundo ano consecutivo, o cineasta reconhecido pela academia norte-americana vem do México.

Se não viste a cerimónia dos Oscares, aconselhamos-te ainda a ires ao YouTube e a pesquisares a performance da Lady Gaga… Só te dizemos que foi uma homenagem aos 50 anos do musical Música no Coração, e que foi talvez o melhor momento de toda a cerimónia!

Deixamos-te a lista completa dos vencedores da 87ª edição dos Oscares:
Melhor filme: Birdman
Melhor realizador: Alejandro González Iñárritu (Birdman)
Melhor ator: Eddie Redmayne (The Theory Of Everything)
Melhor atriz: Julianne Moore (Still Alice)
Melhor ator secundário: J.K. Simmons (Whiplash)
Melhor atriz secundária: Patricia Arquette (Boyhood)
Melhor animação: Big Hero 6
Melhor argumento adaptado: The Imitation Game
Melhor argumento original: Birdman
Melhor filme estrangeiro: Ida (Polónia)

Melhor banda-sonora original: The Grand Budapest Hotel
Melhor canção: “Glory” John Legend and Common (Selma)

Melhor documentário: Citizenfour
Melhor curta-metragem documental: Crisis Hotline: Veterans Press 1
Montagem: Whiplash
Caraterização: The Grand Budapest Hotel
Melhor curta-metragem: The Phone Call
Melhor curta-metragem animada: Feast
Design de produção: The Grand Budapest Hotel
Som (Edição): Interstellar
Som (Mistura): Whiplash
Efeitos visuais: Interstellar
Fotografia: Emmanuel Lubezki (Birdman)
Guarda-roupa: The Grand Budapest Hotel

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzk2MTE5IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+