Connect with us

Novidades

INOV Contacto Campus: Fazer o país mudar

Avatar

Publicado há

em

Termina hoje a edição 2015 do INOV Contacto Campus, onde durante dois dias 300 jovens estagiários tomaram contacto com a realidade que vão encontrar ao longo dos próximos seis meses. Estivemos na Nova SBE para perceber o que esperam estes jovens desta grande experiência internacional.

“Fazer o país mudar.” A frase é de Daniel Traça, professor na Nova SBE, e sintetiza o grande objetivo do Programa INOV Contacto: Fazer de Portugal um país mais global, com a contribuição dos muitos jovens que todos os anos fazem um estágio internacional.

Esta quinta-feira, dia 5 de fevereiro, arrancou a 19ª edição do programa INOV Contacto, promovido pela AICEP Portugal Global – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, que leva 300 jovens para um estágio de seis meses num de 42 países. Só hoje é que todos eles saberão para onde vão, depois de dois dias de seminário sobre práticas de internacionalização, num encontro com a presença de representantes do Governo, do Instituto Turismo de Portugal e de oradores do mundo académico e empresarial, bem como de jovens que participaram nas edições anteriores.

Este programa é apoiado pela União Europeia e pelo QREN – Quadro de Referência Estratégica Nacional/POPH – Programa Operacional Potencial Humano, e já selecionou mais de 4 mil candidatos de um total de 50 mil candidaturas. Mais importante do que isso, a taxa de empregabilidade destes estagiários é de 90%, o que leva Miguel Frasquilho, presidente da AICEP, a considerar o INOV Contacto “um exemplo da criação de valor na capacitação das empresas portuguesas para os desafios da internacionalização, colocando à sua disposição quadros altamente qualificados e preparados no competitivo ambiente internacional”.

A Mariana, o Duarte e a Fátima (na foto) são três dos 300 jovens que estiveram presentes no Campus e que serão responsáveis por um dia trazer de volta para Portugal a experiência e o conhecimento acumulados neste estágio. A Mariana tirou uma Licenciatura em Gestão no ISCTE e um Mestrado em Marketing no ISEG, e olha “de mente aberta” para o destino final do estágio, que encara como “acessório”, apesar de preferir algo “fora da Europa”.
O Duarte é formado em Marketing no ISEG e, para além de querer ir para “o mais longe possível” de Portugal, espera deste Campus um momento de “esclarecimento de dúvidas e para ter uma melhor ideia do que nos espera nos próximos seis meses, junto de muita malta jovem à procura do mesmo que eu”.
A Fátima é licenciada em Relações Internacionais no ISCSP e está “na expetativa, nervosa e ansiosa” por saber para onde vai estagiar, mas ao mesmo tempo com vontade de “conhecer pessoas novas” e “contactar com outros estilos de vida”, num Campus que é “um cheirinho do que vamos encontrar no estágio”.

Cada jovem que participa no INOV Contacto recebe uma bolsa de estágio de 838,44 euros e um subsídio de alojamento que varia consoante o local.

[Foto: Tiago Belim]

Publicidade
Clica para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PGRpdiBjbGFzcz0iZXB5dC12aWRlby13cmFwcGVyIj48aWZyYW1lICBzdHlsZT0iZGlzcGxheTogYmxvY2s7IG1hcmdpbjogMHB4IGF1dG87IiAgaWQ9Il95dGlkXzQyNzI0IiAgd2lkdGg9IjQ5MCIgaGVpZ2h0PSIyNzYiICBkYXRhLW9yaWd3aWR0aD0iNDkwIiBkYXRhLW9yaWdoZWlnaHQ9IjI3NiIgIGRhdGEtcmVsc3RvcD0iMSIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9SZ0RXTGpXUjktaz9lbmFibGVqc2FwaT0xJmF1dG9wbGF5PTAmY2NfbG9hZF9wb2xpY3k9MSZyZWw9MCZpdl9sb2FkX3BvbGljeT0xJmxvb3A9MCZtb2Rlc3RicmFuZGluZz0xJmZzPTEmcGxheXNpbmxpbmU9MCZhdXRvaGlkZT0yJnRoZW1lPWRhcmsmY29sb3I9cmVkJmNvbnRyb2xzPTEmIiBjbGFzcz0iX195b3V0dWJlX3ByZWZzX18gIG5vLWxhenlsb2FkIiBkYXRhLXZvbD0iMTAiICBkYXRhLWVwYXV0b3BsYXk9IjEiICB0aXRsZT0iWW91VHViZSBwbGF5ZXIiICBhbGxvdz0iYXV0b3BsYXk7IGVuY3J5cHRlZC1tZWRpYSIgYWxsb3dmdWxsc2NyZWVuIGRhdGEtbm8tbGF6eT0iMSIgZGF0YS1za2lwZ2Zvcm1fYWpheF9mcmFtZWJqbGw9IiI+PC9pZnJhbWU+PC9kaXY+